Realizador russo Kirill Serebrennikov proibido de ir a Cannes

Cannes 2021  

Realizador russo Kirill Serebrennikov proibido de ir a Cannes

O cineasta russo cumpre uma pena suspensa de três anos por alegado desvio de fundos. O seu novo filme "Petrov's Flu" é um dos concorrentes à Palma de Ouro.

Artigo recomendado:
Realizador russo Kirill Serebrennikov proibido de ir a Cannes
Cannes 2021
Cannes 2021: "Diários de Otsoga" de Miguel Gomes e Maureen Fazendeiro na Quinzena dos Realizadores A secção paralela organizada pela Sociedade Francesa de Realizadores decorre de 7 a 17 de julho, em simultâneo com o resto do festival.

O diretor russo Kirill Serebrennikov, que terá o seu mais recente filme em competição na 54.ª edição do Festival de Cannes, está proibido de sair do território russo e, portanto, não poderá ir legalmente ao festival, disse o seu advogado à AFP, esta segunda-feira.

"O Kirill não pode sair do território russo”, disse Dmitri Kharitonov, especificando que a proibição vigora até junho de 2023, quando termina a pena de prisão suspensa a que o seu cliente foi condenado.

O artista de 51 anos foi condenado a três anos pena suspensa e à devolução de parte dos valores em causa num processo de alegado desvio de subsídios públicos que ele contesta. Em agosto de 2017, foi detido e depois colocado em prisão domiciliária durante mais de um ano e meio, acusado com outras pessoas de ter desviado cerca de 130 milhões de rublos (1,8 milhões de euros) entre 2011 e 2014.

Para os seus apoiantes, a acusação teve motivações políticas e o realizador foi punido por causa das suas obras ousadas que misturam sexualidade - incluindo homossexualidade -, política e religião, em oposição aos "valores tradicionais" defendidos pelo regime de Vladimir Putin.

O processo gerou uma onda de apoio internacional a Kirill Serebrennikov. Os organizadores do 74.º Festival de Cinema de Cannes anunciaram quinta-feira que a sua mais recente longa-metragem, "Petrov's Flu", concorreria à Palma de Ouro.

O filme adapta o romance do escritor russo Alexeï Salnikov onde o triste quotidiano de uma família de Yekaterinburg, cidade industrial na região dos Urais, sofre uma reviravolta surreal quando os os três elementos contraem gripe. "Petrov's Flu" tem estreia na Rússia marcada para 9 de setembro, com distribuição da Sony Pictures.

Após a notícia da sua escolha para Cannes, Serebrennikov disse estar "feliz" por o filme poder ser visto no festival, segundo nota de imprensa. "Não pensava fazer este filme. Ele veio até mim, prendeu-me e tornei-me seu prisioneiro com muito prazer. Surgiu num momento muito difícil da minha vida, como uma espécie da tábua de salvação", acrescentou.

A 54.ª edição do Festival de Cannes decorre de 6 a 17 de julho.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cannes 2021