Realizadora portuguesa Regina Pessoa convidada para a Academia norte-americana

Cinema Português  

Realizadora portuguesa Regina Pessoa convidada para a Academia norte-americana

A autora de curtas-metragens de animação junta-se a mais de 900 nomes anunciados segunda-feira.

A realizadora portuguesa Regina Pessoa foi uma das convidadas a integrar a Academia Norte-Americana de Artes e Ciências Cinematográficas, a entidade que organiza e atribui anualmente os Óscares.

Regina Pessoa, de 47 anos, natural de Coimbra, é autora de vários filmes de animação premiados. A sua obra "História Trágica Com Final Feliz" fez parte da shortlist dos Óscares em 2007 e tornou-se numa das curtas-metragens portuguesas mais galardoadas de sempre com quase cinco dezenas de prémios e menções internacionais, incluindo o Prémio Cidade de Espinho e Alves Costa no CINANIMA (2005, Portugal), o Grande Prémio no Festival de Annecy (2006, França), o Prix à la Qualité do CNC (2006, França), e o Grande Prémio no SICAF (2006, Coreia do Sul).

O seu filme mais recente, "Kali o Pequeno Vampiro" (2012) também obteve a qualificação para ser candidato aos Óscares, tendo a realizadora assistido a várias sessões da Academia a convite de outros membros.

A cineasta estreou-se na animação em 1999 com a curta-metragem "A Noite", em gravura sobre placas de gesso, que lhe valeu mais de uma dezena de prémios nacionais e internacionais.

Desta forma, Regina Pessoa junta-se aos outros portugueses que já fazem parte da Academia de Hollywood: o realizador Pedro Costa, convidado em 2017, e Carlos de Mattos — galardoado com dois Óscares, em 1982 e 1985, por Avanços Técnicos para o cinema.

A academia norte-americana revelou segunda-feira o envio de convites a 928 novos membros, de 59 países. Dando continuidade ao objetivo de tornar a associação mais diversa e representativa, 49 por cento dos convidados são mulheres e 38 por cento “pessoas de cor”. Os convidados pertencem ainda a várias gerações, da mais nova, a adolescente norte-americana Quvenzhané Wallis, protagonista no filme “Bestas do Sul Selvagem”, à atriz britânica Eileen Atkins, de 84 anos.

Do universo lusófono destacam-se os convites ao editor de som Nelson Ferreira e ao designer Luís Sequeira, canadianos com raízes em Portugal, e que estiveram nomeados na última edição dos Óscares pelo filme “A Forma da Água”, de Guillermo del Toro. Ainda ao realizador moçambicano Pedro Pimenta e a vários nomes do cinema brasileiro, como a atriz Alice Braga, a realizadora Maria Augusta Ramos e o músico Carlinhos Brown.

Outros nomes de relevo de fora dos Estados Unidos que integraram a lista de convidados inclui a atriz espanhola Rossy De Palma, o realizador húngaro Béla Tarr, o cineasta sul-coreano Hong Sang-Soo, os italianos Marco Bellocchio e Luca Guadagnino, o ator franco-americano Timothée Chalamet, os músicos Kendrick Lamar, Sufjan Stevens e Questlove, e as escritoras Laura Esquivel e J.K. Rowling.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema Português