Relatório analisa pela primeira vez o valor internacional do cinema europeu
"Pequenas Mentiras Entre Amigos" foi uma das produções europeias de maior sucesso em 2010.

Box OfficeCinema Europeu  

Relatório analisa pela primeira vez o valor internacional do cinema europeu

Relatório sobre impacto do cinema europeu no resto do mundo dá primazia a França e Reino Unido.

O observatório europeu para o audiovisual publicou há poucos dias as conclusões de um interessante estudo sobre o impacto da produção do velho continente no resto do mundo.

Os números são de 2010 – o tempo necessário para a recolha e análise dos dados dos vários países não permite maior atualidade. De qualquer forma, o estudo permite traçar um primeiro retrato das forças e fraquezas do cinema europeu noutras latitudes.

O relatório foi elaborado pela empresa de auditoria de box office Rentrak, com o auxílio da base de dados europeia Lumiere. Inclui informação de dez países. A saber, Estados Unidos e Canadá, Austrália, Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Coreia do Sul, México, Nova Zelândia e Venezuela.

Entre as conclusões mais importantes do relatório encontra-se o facto de apenas 103 longas-metragens europeias de 2010 terem estreado comercialmente fora do continente.
Os maiores mercados não europeus representaram uns meros 19% do box office total desses filmes.

Fora da europa - e em termos de espectadores - a quota de mercado dos filmes europeus foi de apenas 3%. Bastante inferior aos 26% conseguidos no Velho Continente.

É dado especial ênfase à importância do mercado norte-americano que representou 62% do box office total mundial para o cinema europeu fora de portas.

A França é a cinematografia mais representada com 33% dos filmes estreados. No entanto, foi o Reino Unido que recolheu a fatia mais importante das receitas com 36% do total nos 10 mercados analisados. Um valor que se deve sobretudo às co-produções com os grandes estúdios de Hollywood.

Tratando-se da primeira vez que é realizado um tal estudo é normal que as conclusões a retirar sejam obviamente limitadas, mas a Rentrak e o programa Media apoiado pela União Europeia contam poder estender esta análise no tempo. Um facto que permitirá criar um histórico, possibilitará a comparação entre anos e a medição da evolução do peso do cinema europeu no resto do mundo.

por
publicado 12:49 - 22 outubro '12

Recomendamos: Veja mais Artigos de Box OfficeCinema Europeu