Secção de curtas-metragens do Festival de Locarno vai decorrer online

Festival  

Secção de curtas-metragens do Festival de Locarno vai decorrer online

A competição fica integrada na edição especial 2020 que terá lugar de 5 a 15 de agosto numa plataforma digital disponível na Internet.

A secção de curtas-metragens Pardi di domani será incluída entre os projetos "Locarno 2020 - Para o futuro dos filmes". Este programa tradicional de curtas suíças e de outros países, que comemora o trigésimo aniversário em 2020, estará acessível online, numa edição especial determinada pela atual situação de saúde pública.

De 5 a 15 de agosto, a seleção de títulos estará disponível online numa plataforma acessível em todo o mundo, mas com um limite de 1.590 espectadores por filme. Os "lugares" deverão ser reservados antecipadamente, como se de uma sessão normal se tratasse. O número não foi escolhido aleatoriamente, e replica a audiência máxima tradicionalmente disponível em Locarno.

De acordo com os organizadores, o conceito pretende garantir a visibilidade dos filmes em formato curto, reforçando o espírito de descoberta do festival e a sua atenção a novos talentos.

Como é habitual os títulos inscritos nesta competição vão disputar os quatro principais prémios Pardini.

Em declarações enviadas à imprensa a diretora artística do Festival de Locarno, Lili Hinstin explica:

“Sentimos que o Festival estava em posição de dar uma contribuição prática significativa para aquele laboratório criativo notável que é a curta-metragem e, no espírito utópico que é a marca registrada de Locarno, decidimos voltar ao conceito original da Internet como um espaço de partilha de conhecimento sem fronteiras, ou hierarquias. Com a competição online Pardi di domani, tentaremos, juntamente com os cineastas, uma experiência única e significativa na história do Festival.”

A exibição dos filmes será acompanhada por conteúdo audiovisual extra, incluindo conversas com os realizadores. Juntamente com os seus parceiros, o festival também está a trabalhar na hipótese de criar um circuito de exibição das curtas-metragens nos cinemas suíços durante os meses seguintes.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Festival