Segunda Juventude
"Douro Faina Fluvial" (1931), o primeiro filme de Manoel de Oliveira - DR

Mais CinemaCinema PortuguêsManoel de OliveiraMais Cinema  

Segunda Juventude

1º Capitulo: UM CINEASTA DO PORTO E IMPULSO DOCUMENTAL



"Douro, Faina Fluvial" (1931), o primeiro filme de Manoel de Oliveira DR

EPISÓDIO 1 - 20 Out

Filmes: "Douro, Fainal Fluvial" | "A Caça" | "Porto da Minha Infância"
Depoimento: Sérgio Treffaut, director do Doc Lisboa
Manoel de Oliveira realizou o primeiro filme há 77 anos. "Douro Faina Fluvial" é um documento contagiante e vital porque sintetiza três aspectos fundamentais na totalidade da obra do realizador.

EPISÓDIO 2 - 21 Out

Filmes: "Douro, Fainal Fluvial" | "A Caça" | "Porto da Minha Infância"
Depoimento: Fernando Lopes, realizador

Na trajectória de Manoel de Oliveira, o filme "A Caça" na brevidade dos seus 21 minutos, não tem o fôlego dos grandes empreendimentos que marcam a sua obra. Em todo o caso, podemos reconhecê-lo como uma das pedras basilares de todo um edifício criativo.

EPISÓDIO 3 - 22 Out

Filmes: "Douro, Fainal Fluvial" | "A Caça" | "Porto da Minha Infância"
Depoimento: Frederick Weiseman, realizador

Manoel de Oliveira, a cidade do porto, e o impulso pelo cinema documental - as origens do realizador confundem-se, por vezes, com o cinema que faz. Isso é evidente em vários filmes de épocas diferentes.

EPISÓDIO 4 - 23 Out

Filmes: "Douro, Fainal Fluvial" | "Aniki-Bóbó"
Depoimento: Olga Ramos e Catarina Rosendo, realizadoras

Um documentário e uma ficção - "Douro Faina Fluvial" e "Aniki Bóbó", são os primeiros filmes de Manoel de Oliveira e existe, entre ambos, um hiato de onze anos, superior a uma década do Século Oliveira. Os dois filmes fundadores revelam uma ligação umbilical à cidade do Porto.

EPISÓDIO 5 - 24 Out

Filmes: "Vou para Casa" | "Porto da Minha Infância"
Depoimento: Jorge Silva Melo, realizador e dramaturgo

O impulso documental e a forte ligação de Manoel de Oliveira à cidade do Porto revelam uma obsessão com os lugares e a memória. Essa dimensão mais biográfica ressurge com pujança em dois filmes realizados na mudança do Século XX para o Século XXI.

por
publicado 17:39 - 29 janeiro '09

Recomendamos: Veja mais Artigos de Mais CinemaCinema PortuguêsManoel de OliveiraMais Cinema