That`s entertainment!
Los Angeles, Kodak Theater, 22 de Fevereiro de 2009:
Hugh Jackman apresentou, cantou e dançou

Oscar 2009Cinema Norte-americano  

"That`s entertainment!"

A cerimónia dos Oscars conseguiu uma dupla proeza: revitalizar o espectáculo e recuperar pontos nos índices da audiência televisiva

A velha máxima do artifício à maneira de Hollywood — "That's entertainment!" (*) — voltou a fazer sentido: a 81ª edição dos Oscars da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas foi uma (renascida) proeza de espectáculo.

Hugh Jackman, em impecável e multifacetado mestre de cerimónias, foi o símbolo exemplar do reencontro de Hollywood com a sua mais genuína tradição de espectáculo: ora como sóbrido apresentador, ora transfigurando-se em herdeiro dos musicais dos anos 40/50, Jackman foi um verdadeiro entertainer (convém não esquecer que ele tem uma importante experiência teatral, primeiro na Austrália, depois em Londres, nos palcos do West End).

Na prática, a Academia e a ABC (canal televisivo que tem o exclusivo da transmissão) conseguiram um objectivo primordial: contrariar a tendência de descida das audiências televisivas americanas que, em 2008, tinham atingido o valor mais baixo dos últimos 40 anos. Assim, o espectáculo do Kodak Theater foi visto por 36,3 milhões de espectadores, o que representa um ganho de 13% em relação aos 32 milhões do ano passado.

_____

* "That's entertainment!" (à letra: Isto é espectáculo!) é uma expressão que provém de uma canção, assim intitulada, composta por Arthur Schwartz (música) e Howard Dietz (letra) para o filme "The Band Wagon"/"A Roda da Fortuna" (1953), realizado por Vincente Minnelli, com Fred Astaire, Cyd Charisse e Oscar Levant nos principais papéis. Num dos versos mais emblemáticos da canção, diz-se: "The world is a stage / The stage is a world of entertainment" (O mundo é um palco / O palco é um mundo de espectáculo).

por
publicado 23:25 - 23 fevereiro '09

Recomendamos: Veja mais Artigos de Oscar 2009Cinema Norte-americano