Thriller de Scorseserelança tradição de Hollywood
Leonardo DiCaprio: brilhante,
pela quarta vez sob a direcção de Scorsese

Mais CinemaCinema Europeu  

"Thriller" de Scorsese
relança tradição de Hollywood

Martin Scorsese é um cineasta fiel aos clássicos. E, ao mesmo tempo, uma espantoso (re)inventor de formas. "Shutter Island" é mais um exemplo eloquente.

O que é um thriller? Uma história marcada por acções trepidantes? Um ambiente de suspense? Um enigma que se vai adensando? Tudo isso, por certo. Mas mais do que isso: uma narrativa que põe à prova os limites da própria realidade, lançando personagens e espectadores em terrenos de coabitação de factos e sonhos, corpos e fantasmas.

"Shutter Island" é isso mesmo: um thriller que, aliás, retoma o melhor da tradição do género em Hollywood, ao mesmo tempo que nos surpreende e envolve através de novos e espantosos arranjos formais.

Dizer que se trata da história de um polícia — Leonardo DiCaprio, brilhante, no seu quarto filme sob a direcção de Scorsese — que tenta descobrir o que aconteceu a uma paciente de um asilo psiquiátrico, é apenas dizer o princípio da história... A pouco e pouco, a acção vai instalando a sensação de que a personagem central enfrenta uma saga cujo centro é ocupado, afinal, pela sua própria identidade.

Pormenor curioso: para prepar o filme, Scorsese mostrou alguns filmes a DiCaprio, incluindo "Laura" (1944), de Otto Preminger, "Out of the Past/O Arrependido" (1947), de Jacques Tourneur, e "Vertigo" (1958), de Alfred Hitchcock — ou como se prova que o cineasta de "The Departed/Entre Inimigos" conhece bem a tradição que lhe serve de ponto de partida.


 

 

Poster de  «Shutter Island»


SHUTTER ISLAND

Dois agentes, Teddy Daniels e Chuck Aule, vão a uma ilha da costa do Massachusetts investigar o misterioso desaparecimento da assassina de um hospital para doenças mentais...

De Martin Scorsese com Max Von Sydow, Mark Ruffalo, Leonardo DiCaprio; Suspense, Terror, Thriller; m; M/12; EUA; 2009

Ouça a crítica de João Lopes

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Mais CinemaCinema Europeu