Três curtas-metragens portuguesas nas salas de cinema a 9 de julho
"Cães que Ladram aos Pássaros", de Leonor Teles

Cinema Português  

Três curtas-metragens portuguesas nas salas de cinema a 9 de julho

"Dia de Festa" de Sofia Bost, "Ruby", de Mariana Gaivão e "Cães Que Ladram aos Pássaros", de Leonor Teles vão ser exibidas em salas a anunciar.

Depois de terem sido apresentadas em festivais como Veneza, Roterdão e Cannes, as mais recentes curtas-metragens de Sofia Bost, Mariana Gaivão e Leonor Teles chegam às salas de cinema portuguesas no dia 9 de julho. "Dia de Festa", "Ruby" e "Cães que Ladram aos Pássaros" revelam três visões no feminino sobre o futuro e a juventude.

"Dia de Festa", marca a estreia de Sofia Bost na realização. A curta sobre a complexidade das relações entre mães e filhas fez parte da competição oficial da Semana da Crítica do Festival de Cinema de Cannes 2019. Até à data, foi apresentado em mais de 18 festivais internacionais, tendo recebido os prémios de Melhor Atriz Secundária (Teresa Madruga) no Caminhos do Cinema Português e o Prix du Jury Professionnel no Rencontres de Films Femmes Méditerranée.

O filme de Mariana Gaivão, "Ruby", arrecadou o Prémio para o Melhor Realizador Português no Curtas Vila do Conde 2019 e os prémios de Melhor Curta-Metragem e Melhor Cartaz no Caminhos do Cinema Português 2019. Além disso, foi exibido em noutros festivais como o Internacional Film Festival Rotterdam, ou o Festival du Nouveau Cinéma de Montréal, Canadá. O filme retrata uma juventude em autodescoberta e acompanha a jovem Ruby nos dias antes de a sua melhor amiga, Millie, regressar a Inglaterra.

"Cães Que Ladram aos Pássaros", de Leonor Teles também chega ao público português depois de um périplo por festivais internacionais. Acompanha os dias de verão de Vicente e da sua família, obrigados a sair do centro do Porto por força da especulação imobiliária. Estreou na passada edição do Festival Internacional de Cinema de Veneza, foi Nomeado para Melhor Curta Metragem Europeia nos 32º European Film Awards e recebeu o Tercero Premio del Jurado Internacional do Mecal Pro – Festival Internacional Cortometrajes y Animación. Leonor Teles recebeu em 2016 o Urso de Ouro na Berlinale pela curta "Balada de um Batráquio" e realizou a longa-metragem "Terra Franca", que chegou às salas portuguesas em 2019.

A distribuição é da responsabilidade da produtora Uma Pedra no Sapato, de Filipa Reis e João Miller Guerra, que também produziu "Dia de Festa" e 2Cães Que Ladram aos Pássaros". "Ruby" é uma produção da Primeira Idade.

Depois da estreia em sala, estes três filmes vão estar disponíveis em video on demand e ser disponibilizados em DVD.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema Português