Um musical em memória de Fellinie dos anos dourados do cinema italiano
A cantora Fergie dos Black Eyed Peas e as actrizes Penélope Cruz e Kate Hudson:
as três mulheres fatais de "Nove"

Mais CinemaMusicalCinema Norte-americano  

Um musical em memória de Fellini
e dos anos dourados do cinema italiano

O musical inspirado em Federico Fellini e no filme "8 ½" traz de volta o realizador Rob Marshall numa tentativa de repetir o êxito de "Chicago".

Guido Contini é um conceituado realizador italiano durante a década de 60, que sofre uma crise de idade e de falta de inspiração quando se prepara para rodar o nono filme de carreira. É atormentado pelas mulheres que o rodeiam, fantasmas, memórias e desejos.

Esta história já esteve no palco em 1982, foi distinguida com vários prémios, e parece talhada para o imaginário de Rob Marshal - o cineasta foi bailarino e coreógrafo, e continua a ter vontade de recuperar o género musical no cinema.

O actor Daniel Day Lewis é Guido, figura central da trama, e um selo de garantia para o projecto. Conhecido por ter uma entrega desmedida a cada personagem, é um actor de escolhas difíceis e radicais, que têm resultado em bons desempenhos. Rob Marshal é o primeiro a admitir que a resposta positiva do actor permitiu continuar a sonhar com o filme.

Esta é uma história de um homem entre mulheres. O elenco feminino cruza o improvável com o melhor que o glamour e a sedução tem para oferecer no cinema. A veterana Sofia Loren, a mãe de Guido e a maior estrela do cinema italiano de todos os tempos, é uma espécie de âncora num elenco que junta várias gerações e nacionalidades.

Penélope Cruz confirma a dimensão de estrela internacional, ao surgir como a amante. A actriz confessa que foi um desafio ter aulas de canto e dança, mas também de aperfeiçoamento do sotaque, para vestir a pele de uma italiana a falar inglês.

A francesa Marion Cotilard já foi Edith Piaf no cinema, venceu um Oscar, mas agora teve oportunidade de cantar ao fazer o papel de mulher do realizador. A única voz treinada do elenco é Fergie, vocalista dos Black Eyed Peas, a prostituta dos tempos de adolescência. O harém de mulheres fica completo com Nicole Kidman, protagonista do filme que está a arruinar a vida de Guido, Judy Dench confidente e conselheira do realizador em crise e Kate Hudson, a jornalista que rodeia o mundo das estrelas.

'Nove' apresenta uma narrativa fragmentada entre as dimensões da realidade e da imaginação do cineasta. Uma obra suspensa entre o cinema e o teatro, que presta tributo a Federico Fellini mas também ao cinema italiano enquanto pérola europeia de talento e vivacidade.

"Nove" já garantiu 5 nomeações para os Globos de Ouro, pode estar a caminho da cerimónia dos Oscares, ainda que com menos possibilidades de "Chicago" grande vencedor da cerimónia em 2003.

> Ouça antevisão com depoimentos do realizador e actrizes

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Mais CinemaMusicalCinema Norte-americano