Veneza 2011: selecção oficial
David Cronenberg nas filmagens de "A Dangerous Method", que vai estrear mundialmente em Veneza

Veneza 2011  

Veneza 2011: selecção oficial

O 68º Festival do Filme de Veneza vai estrear as mais recentes obras de Roman Polanski, David Cronenberg, Madonna, Steven Soderbergh e Tomas Alfredson.

Artigo recomendado:
Veneza 2011: selecção oficial
Veneza 2011
Aronofsky preside ao júri do Festival de Veneza Realizador regressa ao Lido onde ganhou o Leão de Ouro.
Cinemax Rádio:
Outros Áudios
Diário Veneza 2011 - Antevisão Competição
Outros Áudios
Diário Veneza 2011 - Antevisão Fora de Competição

A 68ª edição do festival de Veneza reúne uma série de autores consagrados e jovens realizadores com talento já reconhecido no circuíto dos grandes festivais de cinema.

Um dos filmes mais aguardados é "Carnage", que assinala o regresso de Roman Polanski após o processo judicial que o manteve em prisão domiciliária. "Carnage" é baseado na peça "God of Carnage", premiada na Broadway. O drama reúne John C. Reilly, Kate Winslet, Jodie Foster e Christoph Waltz no desempenho de dois casais que se reúnem para tratar de um caso de bullying que os filhos protagonizaram na escola.

Igualmente aguardado com imensa expectativa é "A Dangerous Method", o mais recente filme de David Cronenberg, centrado num triângulo amoroso entre Sigmund Freud, Carl Jung e uma paciente comum, interpretado por Viggo Mortensen, Michael Fassbender e Keira.

A produção norte-americana garante um quarto da competição com cinco filmes seleccionados. Logo na noite inaugural será exibido "The Ides of March", de George Clooney, um drama sobre um político que enfrenta uma campanha negativa.

Abel Ferrara e Todd Solondz, presenças habituais em Veneza, regressam com novos filmes: Ferrara apresenta um filme sobre o final do mundo, "Last Day on Earth", com Willem Dafoe e Paz de La Huerta; Solondz, ressurge com "Dark Horse", um filme que reúne Mia Farrow e Christopher Walken.

O alinhamento norte-americano incluiu a comédia negra "Killer Joe", de William Friedkin, com Matthew McConaughey e Emile Hirsch, e a estreia de Ami Canaan Mann, a filha de Michael Mann, na competição de um grande festival, com o thriller policial "Texas Killing Fields", com Chloe Moretz, Sam Worthington e Jessica Chastain no elenco.

Europeus: uma série de autores a seguir

Numa competição marcada pela ausência de autores sul-americanos e com discreta presença asiática, destacam-se vários autores europeus, incluindo alguns que apresentam a segunda ou terceira obra.

O festival de Veneza estreará "Tinker, Taylor, Soldier, Spy", o segundo filme do sueco Tomas Alfredson, realizado na sequência do bem sucedido "Deixa-me Entrar". Trata-se de um thriller de espionagem em pleno período da guerra fria, adaptado de uma obra de John Le Carré, com Gary Oldman, Colin Firth, Tom Hardy, John Hurt e Stephen Rea.

Entre os autores britânicos surge Steve McQueen, o realizador revelado em Cannes com "Fome/Hunger". "Shame", a sua segunda longa-metragem, com Michael Fassbender e Carey Mulligan, é um drama sobre a relação entre um homem viciado em sexo e a sua filha.

A escocesa Andrea Arnold apresentará o seu terceiro filme, "Wuthering Heights", uma nova versão da novela gótica "O Monte dos Vendavais" de Emily Brontë. A realizadora ganhou prestígio em Cannes com os seus dois filmes anteriores ("Red Road" e "Fish Tank - Aquário").

Entre as produções europeias destacam-se "Fausto" de Aleksandr Sokurov, com Hanna Schygulla, e "Alps", o segundo filme do grego Yorgos Lanthimos após uma estreia auspiciosa com "Canino", filme premiado no Un Certain Regard de Cannes.

O cinema francês marca presença na competição com dois filmes: "Un Été Brûlant" de Philippe Garrel, o remake de "O Desprezo", de Jean-Luc Godard, com Monica Bellucci no papel de Brigitte Bardot, e "Poulet aux Prunes", de Marjane Satrapi e Vincent Paronnaud - a dupla que realizou a animação "Persepolis" regressa com uma comédia de imagem real, adaptada de uma banda desenhada da iraniana Satrapi, com Maria de Medeiros no elenco.

Steven Soderbergh e Madonna fora da competição de Veneza

No decorrer deste Verão, Steven Soderbergh (na foto em Veneza 2009 com "O Delator") concluiu o thriller "Contagion", com Matt Damon e Kate Winslet integrando uma equipa de médicos que lida com uma pandemia. O Festival de Veneza seleccionou-o e irá antecipar, numa sessão fora de competição, a estreia norte-americana do filme que está marcada para 9 de Setembro.

Veneza preferiu "Contagion", em vez de "Haywire", outro filme que Soderbergh já terminou mas que só estreará em Janeiro do próximo ano.

Madonna marcará presença fora da competição com "W.E.", a sua segunda experiência na realização. O filme conta a história amorosa entre o rei Edward VIII e Wallis Simpson, um relacionamento que levou o monarca a abdicar do trono, em 1936, para se casar com um plebeia duplamente divorciada. O episódio foi abordado de forma breve em "O Discurso do Rei"".

Num festival onde surgirão muitas estrelas, Al Pacino surgirá em destaque ao ser homenageado pela sua carreira. O actor mostrará "Wild Salome", o terceiro filme que realiza, em estreia mundial absoluta.

Na secção paralela Orizzonti, o festival vai mostrar "Sal", a primeira longa-metragem de James Franco e o documentário "I'm Carolyn Parker: The Good, the Mad and the Beautiful", a obra de Jonathan Demme acerca do furacão Katrina. É aqui que surgem "Cisne" e "Palácio de Pena", os dois filmes portugueses seleccionados para esta edição.

O realizador Darren Aronofsky, premiado com o Leão de Ouro pelo filme "O Wrestler", presidirá ao júri do próximo festival, que decorrerá entre os dias 31 de Agosto e 10 de Setembro.

Selecção oficial, competição, do 68º Festival do Filme de Veneza

The Ides of March, George CLOONEY - EUA (filme de abertura)

Tinker, Taylor, Soldier, Spy, Tomas ALFREDSON - Grã Bretanha, Alemanha

Wuthering Heights, Andrea ARNOLD - Grã Bretanha

Texas Killing Fields, Ami Canaan MANN - EUA

Quando La Notte, Cristina COMENCINI - Itália

Terraferma, Emanuele CREALESE - Itália, França

A Dangerous Method, David CRONENBERG - Alemanha, Canadá

Last Days on Earth, Abel FERRARA - EUA

Killer Joe, William FRIEDKIN - EUA

Un Été Brulant, Philippe GARREL - França, Itália, Suiça

Taojie (A Simple Life), Ann HUI - China, Hong Kong

Hahithalfut (The Exchange), Eran KOLIRIN - Israel, Alemanha

Alps, Yorgos LANTHIMOS - Grécia

Shame, Steve MCQUEEN - Grã Bretanha

L'Ultimo Terrestre, Gian Alfonso PACINOTTI - Itália

Carnage, Roman POLANSKI - França, Alemanha, Espanha, Polónia

Poulet aux Prunes, Marjane SATRAPI, Vincent PARONNAUD - França, Bélgica, Alemanha

Faust, Aleksander SOKUROV - Rússia

Dark Horse, Todd SOLONDZ - EUA

Himizu, Sion SONO - Japão

Seediq Bale, TE-SHENG Wei- China, Taiwan

Life Without Principle, Johnnie TO - Hong Kong

por
publicado 00:51 - 03 junho '11

Recomendamos: Veja mais Artigos de Veneza 2011