Veneza anuncia selecção
Catherine Deneuve em "Potiche" de François Ozon,
um dos filmes franceses incluídos na selecção oficial

Mais CinemaVeneza 2010  

Veneza anuncia selecção

Festival de cinema italiano revela o alinhamento da 67ª edição.

Sofia Coppola, Darren Aronofsky, Vincent Gallo, Julian Schnabel, Tom Tykwer, Alex de la Iglésia, Abdellatif Kechiche e François Ozon destacam-se  entre os autores incluídos na selecção oficial do festival de Veneza.

A concurso estão seis filmes americanos, quatro italianos, três filmes franceses e três asiáticos. A organização do festival revelou esta quinta-feira os 23 filmes em competição na sua 67ª edição, que inclui como filme de abertura "Black Swan", de Darren Aronofsky - nessa noite de abertura também passa "Legend of the Fist: The Return of Chen Zhen", de Andrew Lau, e "Machete", de Robert Rodriguez.

Outra obra que estreará em Veneza será "A Tempestade", de Julie Taymor, uma nova adpatação da obra de William Shakespeare, com Alfred Molina e Djimon Hounsou, que vai encerrar o festival.

O cinema português está representado na selecção paralela Orizontti, dedicada a novas visões do cinema internacional, através de dois filmes: "A Espada e a Rosa", a primeira longa-metragem de João Nicolau (autor revelado com as curtas "Rapace" e "Canção de Amor e Saudade" no festival de Cannes); e Manoel de Oliveira regressa ao Lido com a curta-metragem "Painéis de São Vicente de Fora, visão poética", o resultado de uma encomenda da Fundação de Serralves sobre uma das obras primas da pintura portuguesa do século XVI e que está exposta no Museu Nacional de Arte Antiga.

O festival decorrerá entre 1 e 11 de setembro e o júri da selecção oficial será presidido por Quentin Tarantino.

Eis a lista dos 23 filmes candidatos ao Leão de Ouro:


Black Swan, de Darren Aronofsky (EUA) - filme de abertura
La Pecora Nera, de Ascanio Celestini (Itália)
Somewhere, de Sofia Coppola (EUA)
Happy Few, de Antony Cordier (França)
The Solitude of Prime Numbers, de Saverio Costanzo (Itália-Alemanha-França)
Silent Souls, de Aleksei Fedorchenko (Rússia)
Promises Written in Water, de Vincent Gallo (EUA)
Road to Nowhere, de Monte Hellman (EUA)
Balada Triste de Trompeta, de Alex de la Iglesia (Espanha-França)
Venus Noir, de Abdellatif Kechiche (França)
Post Mortem, de Pablo Larrain (Chile, México, Alemanha)
Barney's Version, de Richard J. Lewis (Canadá, Itália)
We Believed, de Mario Martone (Itália-França)
La Passione, de Carlo Mazzacurati (Itália)
13 Assassins, de Takashi Miike (Japão-EUA)
Potiche, de Francois Ozon (França)
Meek's Cutoff, de Kelly Reichardt (EUA)
Miral, de Julian Schnabel (EUA-França-Itália-Israel)
Norwegian Wood, de Tran Anh Hung (Japão)
Attenberg, de Athina Rachel Tsangari (Grécia)
Detective Dee and the Mystery of Phantom Flame, de Tsui Hark (China)
Three, de Tom Tykwer (Alemanha)
Essencial Killing, de Jerzy Skolimowsky (Polónia-Noruega-Irlanda-Hungria)

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Mais CinemaVeneza 2010