Veneza, dia 2: no apartamento de Polanski
Roman Polanski dirigindo os seus quatro atores num filme rodado no espaço de uma sala de estar.

"CARNAGE", de Roman Polanski  

Veneza, dia 2: no apartamento de Polanski

A ira implacável e o humor negro de "Carnage" contagiaram o festival de Veneza.

Trailer/Cartaz/Sinopse:
 Veneza, dia 2: no apartamento de Polanski
O Deus da Carnificina Uma comédia que retrata a negociação entre dois casais do Brooklyn que se reúnem após um conflito envolvendo os filhos de ambos na escola. Nancy (Kate Winslet) e Alan (Christoph Waltz), os pais de uma das crianças, são convidados por Penelope (Jodie Foster) e Michael (John C. Reilly) para um jantar onde pretendem tratar do caso de agressão e encerrar o assunto de forma cordial. Mas durante o ...
Média Cinemax:
4.167

Roman Polanski sempre se deu bem em espaços fechados e em diversos filmes foi muito perspicaz a observar a condição humana. Assim, a peça "Carnage", escrita por Yasmin Reza, e premiada com o Tony Award de melhor peça em 2009, é um pedaço de ouro para o realizador polaco.

Polanski adaptou a peça teatral matendo os seus actores em cena num espaço fechado, a sala de estar do apartamento de Brooklyn, onde acontece o encontro entre dois casais com objectivo de esclarecer um caso de agressão protagonizado pelos filhos no recreio da escola (Jodie Foster e John C. Reilly são os pais da criança agressora, enquanto que Kate Winslet e Christoph Waltz interpretam os pais do rapaz agressor).

A situação  é desconfortável mas os dois casais procuram resolver o problema de forma civilizada, estabelecendo um acordo que permita que evite qualquer processo judicial. No entanto, a reunião prolonga-se à medida que vão sendo incapazes de acertar uma data para promover um encontro de reconciliação entre as crianças. E o convívio forçado azeda a conversa, levado-os a um irado acerto de contas que revela o pior de cada uma das suas personalidades.

O filme foi rodado em seis semanas - uma semana de ensaio prévio e cinco semanas para filmar - e a sua duração corresponde ao tempo real desta reunião. É um bom exercício de mise en scène, que prende a atenção do espectadores e respeita cada momento de representação mais relevante dos seus atores.

Mas é sobretudo um espetáculo de representação. Não há muitas oportunidades de ver estes atores numa comédia negra ou em papéis tão exagerados: Jodie Foster no papel de um mulher histriónica, Kate Winslet assumindo o descontrolo provocado pela bebida, John C. Reilly alternando entre o tipo cordato e o sacana, e Christoph Waltz assumindo uma permanente atitude sarcástica.

Há exageros de representação mas estes desempenhos podem obter reconhecimento através de algumas nomeações para Óscares, ou de um prémio para o elenco nos palmarés do festival de Veneza. "Carnage" está na competição para o Leão de Ouro e tem estreia marcada em Portugal no dia 29 de Dezembro com o título "Deuses da Carnificina".

por
publicado 22:49 - 02 setembro '11

Recomendamos: Veja mais Artigos de Veneza 2011