Veneza, dia 3: retrato da América rural
Dennis Quaid no papel de um agricultur ambicioso.

AT ANY PRICE. de Rahmin Baramin  

Veneza, dia 3: retrato da América rural

Ramin Bahrami, cineasta com ascendência iraniana, mas nascido nos Estados Unidos, apresentou em Veneza uma das obras cinematográficas mais singulares dos últimos anos.

"Cresce ou desaparece" serve como máxima para mostrar a América profunda, rural, apanhada no turbilhão do mercado de produtos agrícolas, em que quem possui alguns hectares de terra cultivável, para sobreviver tem que se tornar latifundiário e no processo destruir os pequenos agricultores.

Emocionalmente "At Any Price" é uma história que agrega emoções familiares dos que podem enriquecer ainda mais se conseguirem comprar as terras dos mais pobres. Até onde se pode ir para conquistar esses objetivos? Como a moral se junta à maximização do lucro, os princípios ou a falta deles, ao amor verdadeiro unido pelos laços de sangue.

Mas o tema do filme foca o lado da competitividade e como isso pode criar relações tensas com o vizinho e a própria comunidade envolvente. "At Any Price" segue de perto a família dos Wipples. Henry (Dennis Quaid) gere uma quinta de 3000 hectares, onde produz milho transgénico. Vive com a mulher e um dos filhos Dean (Zac Efron) que gosta de velocidade e aspira a ser um piloto de corridas da Nascar.

Num mercado de biliões de dólares Henry tenta por todas as vias continuar a crescer e arranja artimanhas para comprar mais terras a agricultores em dificuldades, ou às famílias dos que entretanto faleceram. Na dinâmica das metas capitalistas, existe também o lado moral do legado da família e a pressão para que os filhos continuem a obra dos pais. Mas terão eles essa vontade?

"At Any Price" não dá respostas, antes é um retrato puro e duro, de como a América profunda aderiu às regras de um mercado perfeitamente desregulado e amoral. Denis Quaid (no papel de Henry) personifica a ideia do americano bronco, mas verdadeiramente preparado para dar tudo em prol da sua própria sobrevivência e também a da sua família.

por
publicado 21:19 - 31 agosto '12

Recomendamos: Veja mais Artigos de Veneza 2012