Veneza, dia 5: nova viagem espiritual

TO THE WONDER, Terence Malick  

Veneza, dia 5: nova viagem espiritual

O realizador Terence Malick prolonga os temas e a estética visual de "A Árvore da Vida".

Terrence Malick mostrou na competição oficial de Veneza o seu novo filme "To The Wonder", um ano após ter ganho a Palma de Ouro no festival de Cannes com "A Árvore da Vida". O tema de fundo continua a ser a fé e o amor pelo próximo, a presença de Deus e a Natureza.

Uma mulher francesa (Olga Kurylenco) e um americano (Ben Affleck) apaixonam-se no monte de Saint Michel na Normandia. Decidem ir viver para uma zona rural do Oklahoma, nos Estados Unidos, onde a relação depois de várias peripécias arrefece e conduz à separação. Na sequência, surge um padre (Javier Bardem), em rota de colisão com a sua vocação, enquanto o americano redescobre a paixão de infância (Rachel MacAdams).

Em "To The Wonder" o amor é mostrado de várias formas, como um sentimento que ultrapassa o simples fator humano. É uma condição absoluta para a Humanidade expressa em toda a plenitude, na sua relação com Deus, com a Natureza que nos abraça, na fauna e na flora.

Terrence Malick filma sem argumento esta história feita de narrações em francês, inglês e italiano. Dos atores apenas ouvimos sussuros, respirações, pequenos barulhos. Um lado experimental que tem desenvolvido ao longo das suas seis obras cinematográficas e que têm sido objeto de estudo apurado.

A produtora Sarah Green afirmou numa entrevista ao CINEMAX que "Terrence Malick tenta expandir a essência do cinema, estar à frente do tempo, experimentar coisas novas, e isso é inspirador para muitos outros realizadores que o seguem de perto".
 
Essa é, decerto, uma excelente razão para continuarmos a seguir atentamente a ascética magistral do seu cinema.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Veneza 2012