Cultura

A improvisar é que a gente se entende (áudio)

"A improvisar é que a gente se entende..." acontece hoje à tarde na Camacha. O palco está reservado ao repentismo. Vão ser exibidos três documentários: um sobre o bailinho, um sobre o xaramba e outro sobre a formação de jovens nesta área da cultura popular. Roberto Moniz, responsável pelo projeto, explica que este foi realizado durante a pandemia.