Desporto

Afonso Souza: «Não tiveram o devido respeito nem deram o merecido valor»

O jogador madeirense foi apresentado pela Associação Desportiva de Fafe no início da pré-temporada, contudo, foi dispensado pelo clube nortenho cerca de um mês depois.

Afonso Souza: «Não tiveram o devido respeito nem deram o merecido valor»

© AD Fafe

Afonso Souza, avaçando madeirense de 20 anos, formado pelo CD Nacional e pelo CS Marítimo, que atuou no Praiense e Macedo de Cavaleiros nas duas últimas temporadas assinou pela AD Fafe em julho. Passado um mês, o jogador madeirense, foi dispensado pelo clube nortenho.

Nas suas redes sociais, Afoso Souza, demonstrou o seu descontentamento e desilusão. “Anuncio que não irei representar a Associação Desportiva de Fafe na época 22/23”, começou por escrever Afonso Silva, que anunciou a sua chegada a Fafe no dia 14 de julho. O madeirense de 20 anos revelou que abdicou de muita coisa para agarrar esta oportunidade na Liga 3: “Depois de assumir um compromisso, de deixar e abdicar de muita coisa, e ser apresentado pelo clube, decidem que não farei parte das ideias do clube. Eu, lutando muitas vezes, contra todas as adversidades que aparecem e por sair da zona de conforto à procura de um lugar melhor, de uma vida melhor, de um futuro melhor, não é fácil, mas também se fosse fácil não era para mim.”

“Vinha com muita vontade de vencer, com muita ambição de mostrar o trabalho que vinha realizado já na época passada mas não me deixaram, não tiveram o devido respeito nem deram o merecido valor, enquanto nós jogadores merecíamos todo esse respeito e valor”, disse Afonso Souza.

“Entrego a vida ao futebol, porque eu amo isto, amo o que faço. Se há profissão no mundo mais privilegiada é ser jogador de futebol, fazemos o que amamos de verdade, por isso, deixem-nos ser felizes e não brinquem com quem dá a vida por isto”, podemos ler nas redes sociais de Afonso Souza.