Desporto

Dércio Gouveia forçado a parar devido a uma aparatosa queda, na prova de motocross do campeonato nacional em Alqueidão

Piloto madeirense fica impedido de lutar pelo 5° lugar na classe MX1

Dércio Gouveia forçado a parar devido a uma aparatosa queda, na prova de motocross do campeonato nacional em Alqueidão

Dércio Gouveia forçado a parar devido a uma aparatosa queda no campeonato nacional de Motocross © Ruben Policarpo Photography

É o próprio piloto a contar o que se passou numa publicação na sua página oficial no Facebook: É com muito pesar que informo que a minha luta pelo 5° lugar no campeonato nacional de motocross na MX1 terminou da pior maneira.
Nos treinos livres/cronometrados de domingo ainda apresentava muitas dificuldades devido às sequelas das quedas da prova anterior e estava debilitado em conseguir saltar devido aos impactos nas aterragens. Contudo, para a primeira manga ja estava me sentindo um pouco melhor devido aos analgésicos.”

Mas o pior estava para acontecer na corrida: “Após o arranque da primeira manga, quando seguia em 8° logo atrás do meu rival do campeonato, ao preparar-me para um salto duplo a descer, entrei num rego mais fundo na rampa do salto e enterrei de tal forma que a lama fez com que ambos os pés saltassem dos poisa pés, perdendo o equilíbrio e saindo do salto todo descontrolado. Quando aterrei sofri vários impactos bastante fortes e acabei por atingir dois bombeiros que estavam fora de pista.”

O piloto madeirense foi rapidamente socorrido pela equipa médica no local que depois de avaliar o piloto, decidiu que Dércio Gouveia tinha de ser observado no hospital face às suspeitas de possíveis lesões graves: “havia suspeita de várias fraturas na cervical, bacia e perna. Felizmente e após os despistes, verificou-se que não havia fraturas mas ficaram os grandes hematomas, uma lesão na cervical e um derrame de líquido no joelho, e sobretudo o orgulho ferido por não ter alcançado os meus objetivos...
A competição é assim mesmo, faz parte!”

Dércio Gouveia vai parar durante algum tempo para poder recuperar e fica de fora das duas próximas provas mas esperar esta apto em setembro: “para participar nas últimas rondas do Campeonato Regional MxRibatejo e quem sabe na Final das Regiões na mesma pista.
Quero agradecer a todos os que me prestaram auxílio e demonstraram preocupação pois só demonstra que sou bem acarinhado e acolhido por muita gente.”