Desporto

Marítimo perde com o Belenenses

O Marítimo perdeu nos Barreiros com o Belenenses, por 3-1. Foi a estreia do treinador Pedro Ribeiro à frente da equipa do Restelo.

© Homem de Gouveia - LUSA

- Nuno Manta (treinador do Marítimo): "Foi um jogo ingrato para o Marítimo, que entrou a controlar o Belenenses, até que eles fizeram o golo, num canto direto, o que destabilizou a nossa estratégia.

Criámos situações de finalização e chegámos perto da área do Belenenses, mas não fizemos o golo da igualdade ainda na primeira parte e, depois, mais uma vez num lance de bola parada, sofremos o segundo golo.

Na segunda parte, mudámos a atitude, o empenho, as dinâmicas em termos de verticalidade e intensidade do nosso jogo e encostámos o Belenenses à sua área. Fizemos o 2-1 muito cedo. Fomos criando situações e não conseguimos fazer o golo da igualdade.

Num livre direto, o Belenenses fez o 3-1 e nós procurámos reduzir a desvantagem. Não foi possível. Não era isto que tínhamos planeado, depois da vitória em Paços de Ferreira. Queríamos continuar o ciclo de vitórias em casa.

[Contestação dos adeptos] Tenho de aceitar. Se queremos que o Marítimo ganhe todos os jogos e não há resultados, normalmente, o treinador é o responsável por isso e eu assumo essa responsabilidade.

Claro que sinto [condições para continuar]. Sinto o trabalho diariamente para o Marítimo ser mais forte e evoluir. Se fico com medo quando o lenço branco aparece, não posso ser treinador".

- Pedro Ribeiro (treinador do Belenenses SAD): "Era o resultado que procurávamos. Acho que é um resultado inteiramente justo, por aquilo que aconteceu em campo. Defrontaram-se duas boas equipas. O Marítimo também fez um bom jogo.

Estivemos por cima em várias partes do jogo. O Marítimo também teve alguns períodos em que, com mérito, criou-nos algumas dificuldades. O futebol é isto mesmo, organização e capacidade de sofrimento em algumas situações.

Estou extremamente satisfeito por esta primeira vitória, pelos três golos que marcámos, por conseguirmos materializar em golos o trabalho afincado da nossa parte.

Os jogadores estão de parabéns, o clube está de parabéns, mas são apenas três pontos. Foi um jogo e queremos mais. Vamos saborear hoje, mas, a partir de amanhã [segunda-feira], vamos já pensar no próximo adversário.

É evidente que ajudou ter mais alguns dias de treino para conseguir alterar uma ou outra situação. Nem tudo estava mal. Quando entra um novo treinador, existem ideias distintas que têm de ser postas em prática o mais rápido possível.

O Belenenses SAD não vai jogar à Pedro Ribeiro, vai jogar à nossa maneira. Acho que se viu isso em campo, hoje, de forma bem patente. Uma equipa que lutou por todas as bolas e por todos os duelos”.

C/ LUSA