Desporto

Mourinho busca quinto título e pode erguer terceiro troféu europeu diferente

José Mourinho pode, na quarta-feira, em Tirana, erguer o quinto título europeu da sua carreira, agora ao leme dos italianos da Roma, na final da primeira edição Liga Conferência Europa de futebol, frente aos neerlandeses do Feyenoord.

Mourinho busca quinto título e pode erguer terceiro troféu europeu diferente

© AS Roma Twitter

O técnico luso, de 59 anos, natural de Setúbal, regressa a um palco de uma grande decisão europeia, depois de ter conquistado a Liga Europa, em 2017, ao serviço dos ingleses do Manchester United.

Além da final atingida, Mourinho pode tornar-se no terceiro treinador, primeiro português, a vencer três competições da UEFA, no caso do técnico luso a Liga dos Campeões, Liga Europa e Liga Conferência Europa.

Mourinho pode chegar à restrita galeria de técnicos que triunfaram em três diferentes competições da UEFA, juntando-se ao italiano Giovanni Trapattoni e ao alemão Udo Lattek, ambos vencedores de Taça dos Clubes Campeões Europeus, Taça UEFA e Taça dos Vencedores das Taças.

Se apenas for tido em conta as competições da UEFA que existem atualmente, Mourinho é mesmo o único que pode vencer as três, sendo já o primeiro a marcar presença nas três finais.

Na época de estreia pela Roma, a nível interno, ‘Mou’ levou os ‘giallorossi’, que contam os compatriotas Rui Patrício e Sérgio Oliveira, ao sexto posto na Serie A, ficando imediatamente atrás da rival Lazio, com lugar na Liga Europa, mas, na nova prova da UEFA, a história é bem diferente.

Curiosamente, durante o percurso praticamente notável, Mourinho sofreu um ‘humilhante’ desaire por 6-1, frente aos noruegueses do Bodo/Glimt, em 21 de outubro de 2021, no embate da terceira jornada da fase de grupos.

Os nórdicos ‘destroçaram’ os italianos e o treinador português, que não sabia o que era um desaire tão pesado desde a goleada (0-5) que sofreu em Nou Camp pelo Real Madrid, face ao FC Barcelona, em 2010/11.

Caso bata o conjunto dos Países Baixos, Mourinho passará a ter cinco troféus continentais, após duas edições da Liga dos Campeões (2003/04 e 2009/10), uma Liga Europa (2016/17) e de uma da antecessora, a Taça UEFA (2002/03).

Além do cetro pelos ‘red devils’, Mourinho sagrou-se campeão da Europa pelo FC Porto (3-0 ao Mónaco) e pelos transalpinos do Inter de Milão (2-0 ao Bayern Munique), depois de, pelo clube da Invicta, ter arrebatado o primeiro troféu face aos escoceses do Celtic.

No que diz respeito a finais, ‘Mou’ tem um balanço extremamente positivo, com 17 triunfos para apenas oito desaires, em 25 finais.

‘Mou’ conseguiu ainda levar a Roma a atingir uma final europeia 31 anos depois, visto que a última em que o clube romano esteve presente foi em 1991, na final da Taça UEFA, que perdeu para o Inter de Milão.

Tem mais duas registadas no seu historial, a Taça das Cidades com Feiras (antecessora da Taça UEFA), em 1961, que venceu ao bater os ingleses do Birmingham, e a Taça dos Campeões Europeus, em 1984, na qual saiu derrotado pelo Liverpool nos penáltis, depois de um empate no final do prolongamento.

A final da Liga Conferência Europa, que oporá a Roma ao Feyenoord, está marcada para quarta-feira, em Tirana, capital da Albânia, e será dirigido pelo romeno István Kovács.

Lusa