Desporto

Nacional bate o Varzim por 3-0 e sobe a terceiro da II Liga

Um ‘bis' de Ricardo Gomes e um golo de Nuno Campos selaram hoje a vitória caseira do Nacional, por 3-0, sobre o Varzim, em jogo relativo à 30.ª jornada da II Liga de futebol (Vídeo)

© CD Nacional

Os madeirenses atravessam um ciclo muito positivo no campeonato, ao somarem sete jogos sem derrotas (a última foi a 04 de fevereiro, em Famalicão, na 23.ª jornada), ascendendo à terceira posição, com 50 pontos.

O Varzim, que vinha fazendo uma notória recuperação, visto que se encontrava há cinco jogos sem perder, saiu derrotado da Choupana com um resultado pesado, sendo agora 12.º classificado, com os mesmos 36 pontos.

Boa entrada dos insulares no jogo, a criarem vários lances de perigo junto da baliza varzinista, que iniciou a partida sob algum nervosismo defensivo.

Perante a insistência, o Nacional marcou, aos 12 minutos: na sequência de um pontapé de canto, a bola foi aliviada por um adversário, sobrando para Nuno Campos que rematou de fora da área, surpreendendo Paulo Vítor.

A reação ao golo sofrido foi demasiado ténue, a ponto que a baliza defendida por Daniel Guimarães muito poucas vezes foi incomodada pelos avançados varzinistas. Ao invés, o Nacional manteve o mesmo ritmo e foi criando muito perigo junto da baliza contrária, obrigando Paulo Vítor a atenção constante.

Até ao intervalo, os madeirenses estiveram sempre o jogo na ‘mão' e foram para o intervalo com a vantagem mínima.

No regresso para a segunda parte, Nuno Capucho fez duas alterações e o Varzim começou por perder uma boa oportunidade para empatar, aos 46 minutos, quando Stanley surgiu isolado, mas o guarda-redes nacionalista evitou o pior para a sua equipa.

Nesse período, os ‘alvinegros' revelaram grandes dificuldades em sair do seu meio-campo, face à pressão do adversário.

Contudo, aos 64 minutos, os madeirenses ampliaram a vantagem, quando Ricardo Gomes, em lance rápido de contra-ataque, fez o segundo golo, após bom cruzamento de Vítor Gonçalves na direita.

Aos 73 minutos, o Nacional voltou a marcar, de novo por Ricardo Gomes, sentenciando o resultado, após lance de entendimento com Vítor Gonçalves.

C/ LUSA