Desporto

Parque fechado do Rali Vinho Madeira 2020 será no cais 8

O "Quartel General" da prova passa para a Escola Secundária Horácio Bento de Gouveia

Parque fechado do Rali Vinho Madeira 2020 será no cais 8

Parque fechado do Rali Vinho Madeira 2020 será no cais 8 © Fotografia: Carlos da Silva

Menos classificativas, mas com a garantia da passagem do Rali Vinho Madeira em toda a ilha da Madeira e medidas de compromisso que permitam aos adeptos viverem o seu rali, fazem parte do programa já delineado pela Comissão Organizadora.

Cerca de 160 quilómetros serão percorridos em 16 classificativas, com as emblemáticas provas especiais de classificação do Rosário, Palheiro Ferreiro/Terreiro da Luta, Boaventura e Santana, a permanecerem no itinerário idealizado pela organização a cargo do Clube Sports Madeira.

A novidade é o Parque Fechado que este ano será colocado no Cais 8, por forma a permitir aos adeptos do automobilismo um contacto visual com os carros e ao mesmo tempo a cumprir as regras sanitárias que impõem um distanciamento físico entre as pessoas.

Outra mudança a destacar é a passagem do "Quartel General" do Rali Vinho Madeira, ou seja, Secretariado, Comissão Organizadora, Colégio de Comissários Desportivos, Direção da Prova, Segurança e centro de tratamento de resultados, para as instalações da Escola Secundária Horácio Bento de Gouveia, na Cruz de Carvalho.

Este ano as verificações documentais passam a ser feitas na Praça CR7.

Mantêm-se na Avenida Sá Carneiro e na Praça CR7 as verificações técnicas, parque de assistências e a zona reservada aos reabastecimentos.

A organização está a trabalhar num plano de circulação e de acessos para o pódio, que volta a ser colocado na Praça do Povo, mas dando particular atenção às necessidades operacionais da comunicação social.

Devido às restrições impostas pelas autoridades de saúde, não será realizada a sessão de autógrafos com os pilotos, evento que atrai todos os anos milhares de adeptos. A classificativa espetáculo de abertura do rali na Avenida do Mar, também não se realiza pelas mesmas razões.

Entretanto foram reacertadas as datas do Rali da Calheta, também da responsabilidade do Sports Madeira, para 17 e 18 de julho, este ano o primeiro dia de prova, a sexta-feira, será dedicado à realização das verificações documentais e técnicas dos concorrentes.

No segundo dia, sábado, a competição em duas secções num total de 199,21 quilómetros com 70,56 quilómetros a serem percorridos em 8 classificativas, tal como a RTP-Madeira avançou.

O secretariado e toda estrutura operacional do Rali da Calheta irão funcionar no quartel dos Bombeiros Municipais da Calheta e as assistências no Parque Empresarial da Calheta.