Desporto

União da Madeira vence Real Massamá com golos de Júnior e Romaric

O União da Madeira venceu hoje o Real Massamá, por 2-0, em partida relativa à segunda jornada da II Liga portuguesa de futebol, disputada no estádio do Centro Desportivo da Madeira, na Ribeira Brava.

© DR/CF União

Dois golos na primeira parte, por Júnior, ainda dentro do minuto inicial, e por Romaric, à meia hora de jogo, permitiram ao União da Madeira vencer o atual detentor do Campeonato de Portugal, o Real Massamá que havia vencido na jornada inaugural o Leixóes, por 4-1.

Os madeirenses estiveram melhor à entrada no jogo. Aos 30 segundos, Mica lançou Júnior, que aproveitou uma má abordagem do lance por parte de Lytvyn para se isolar e bater Tom.

O Real Massamá procurou reagir e, aos 16 minutos, Vinicius tentou surpreender Tony, mas o remate saiu por alto. Quatro minutos volvidos, o União da Madeira respondeu, com Rodrigo Henrique a chegar ligeiramente atrasado a uma solicitação de Gonçalo Abreu.

O Real Massamá detinha um maior ascendente, com os insulares a procurarem aproveitar a velocidade dos seus extremos para criar desequilíbrios.

Aos 29 minutos, Mica esteve perto de marcar, primeiro num remate de longe, que Tom susteve com dificuldade, e depois, num lance confuso, novamente negado por Tom.

Contudo, no minuto seguinte, o União da Madeira dilatou a vantagem, com Romaric a dar a melhor sequência a um canto cobrado por Mica.

Aos 32 minutos, o Real Massamá dispôs de uma grande oportunidade, através de Marcos Barbeiro, que surgiu isolado perante Tony, mas o remate saiu junto ao poste.

Já nos segundos finais da primeira parte, os madeirenses voltaram a estar perto de marcar, num lance de insistência de Luan, com a bola a sair rente ao poste da baliza à guarda de Tom.

A segunda metade mostrou um Real Masamá a procurar alterar o rumo dos acontecimentos, com o União da Madeira a mostrar-se um conjunto muito compacto e organizado defensivamente, para além de mais perigoso.

Tom, com duas grandes defesas, negou o golo ao União da Madeira, primeiro a Rodrigo Henrique, aos 60 minutos, e depois a Luan, três minutos volvidos.

LUSA