Economia

Benefícios fiscais concedidos às empresas do CINM ascendem aos 300 milhões de euros

Os benefícios fiscais concedidos, de forma ilegal, às empresas do Centro Internacional de Negócios da Madeira ascendem aos 300 milhões de euros.

A Comissão Europeia passou a pente fino todas as receitas não cobradas a partir de 2007.