Economia

Empréstimos a empresas sobem 28%

Há mais duas mil empresas a pedir dinheiro e os empréstimos concedidos aumentaram 431 milhões

Empréstimos a empresas sobem 28%
Segundo os dados do Banco de Portugal, no final de 2020, o saldo dos empréstimos concedidos a cerca de 5.300 sociedades não financeiras (SNF) na Região totalizava 1 941,5 milhões de euros, superior em 431,3 milhões de euros em termos homólogos (+28,6%), confirmando a tendência crescente verificada na maior parte do ano.
 
Após 10 anos em que o saldo no final do ano recuou sempre, o saldo dos empréstimos concedidos voltou a registar, no final de 2020, valores próximos dos observados em finais de 2016.
 
De notar ainda que o número de sociedades com empréstimos cresceu de 3,6 mil para 5,3 mil entre o final de 2019 e o final de 2020, o valor mais elevado desde junho de 2012, a que não será alheia a situação económica provocada pela pandemia do COVID-19.


Por sua vez, o montante de empréstimos vencidos não ultrapassava os 70,5 milhões de euros em dezembro de 2020, decrescendo em 49,7 milhões de euros (-41,3%) comparativamente ao mesmo mês de 2019.
 
Esta evolução permitiu reduzir o rácio de empréstimos vencidos na Região entre o final de 2019 (8,0% ) e de 2020 (3,6%,). Apesar da convergência com o país, a Madeira continua a apresentar um rácio superior, sendo que no cômputo nacional, este indicador passou de 4,6% em dezembro de 2019 para 3,3% em dezembro de 2020.

A percentagem de devedores do sector das SNF com empréstimos vencidos no final de 2020 era de 15,2%, valor inferior ao nacional (16,0%). Face a dezembro de 2019, este indicador diminuiu 5,2 pontos percentuais (p.p.) na Região e 2,5 p.p. no País.