Economia

Quadruplicou o número de passageiros nos aeroportos nacionais

Os aeroportos nacionais movimentaram cerca de três milhões de passageiros em novembro, mais do que quadruplicando (339%) o registado no mesmo mês de 2021 e reduzindo a distância para os valores pré-pandemia, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Quadruplicou o número de passageiros nos aeroportos nacionais

© Lusa

De acordo com as estatísticas rápidas do transporte aéreo, “em novembro de 2021, nos aeroportos nacionais movimentaram-se cerca de três milhões de passageiros e 19.000 toneladas de carga e correio (+339% e +35,2%, respetivamente), verificando-se uma aceleração relativamente ao mês anterior, em que as variações homólogas foram 180,6% e 27,5%”.

Os valores registados no mês em análise, referiu o INE, demonstram uma redução da distância relativamente aos valores observados antes da pandemia de covid-19, que teve um forte impacto na aviação.

Ainda assim, ressalvou a entidade, comparando com novembro de 2019, o movimento de passageiros diminuiu 21,5% e o movimento de carga e correio decresceu 1,6%.

Já numa análise ao período de janeiro a novembro de 2021, verificou-se um aumento de 31,8% no número de passageiros movimentados nos aeroportos nacionais em relação ao mesmo período do ano anterior (-69% no período homólogo de 2020; +6,7% no mesmo período de 2019).

Quando comparado com o mesmo período de 2019, a redução foi 59,2%.

Nos primeiros 11 meses de 2021, França foi o principal país de origem e de destino dos voos, com crescimentos de 25% no número de passageiros desembarcados e 24,1% no número de passageiros embarcados.

Já a Suíça voltou a destacar-se com o maior crescimento no número de passageiros embarcados e desembarcados (+34,7% e +31,6%, respetivamente), ocupando a quinta posição.

C/Lusa