Economia

SESARAM gastou entre 1,5 a 2 milhões de euros por mês em horas extraordinárias (áudio)

No ano passado o SESARAM gastou entre um milhão e meio a 2 milhões de euros por mês em horas extraordinárias, o equivalente a 60 mil horas por mês. Situações de doença ou de ausência dos profissionais para acompanhamento de filhos e a falta de especialistas na classe médica, são os principais motivos para as horas extraordinárias.

Cláudia Ornelas | Antena 1 © DR