Economia

Taxa de juro no crédito à habitação aumentou

A taxa de juro implícita no crédito à habitação, na Região Autónoma da Madeira (RAM), fixou-se em 0,870%, registando um acréscimo de 0,054 pontos percentuais (p.p.) face ao mês anterior. Note-se que, em julho de 2021, a taxa de juro implícita no crédito à habitação era de 0,710%.

Taxa de juro no crédito à habitação aumentou
Segundo informação disponibilizada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), em julho de 2022, o valor médio da prestação vencida para o conjunto dos contratos de crédito à habitação subiu 2 euros, para 276 euros, tendo os juros se fixado nos 44 euros (mais 3 euros que no mês anterior) e a amortização nos 232 euros (menos 1 euro que mês precedente). No mês homólogo, período em que vigoravam as moratórias do crédito à habitação, o valor médio da prestação vencida era de apenas 239 euros.

Por sua vez, o montante do capital médio em dívida para os contratos de crédito à habitação aumentou, situando-se neste mês nos 60 663 euros (60 532 euros em junho de 2022). Um ano antes era de 58 399 euros.

A nível nacional, e no conjunto dos contratos de crédito à habitação, a taxa de juro implícita subiu para 0,912%, mais 0,054 p.p. que no mês anterior. A prestação média vencida para a globalidade dos contratos aumentou para os 264 euros, tendo o valor do capital médio em dívida crescido para os 60 405 euros (60 061 euros no mês precedente).