Política

2,6 milhões já têm pelo menos uma dose

A reportagem é da SIC/Expresso e mostra que mais de 1,2 milhões de doses administradas em Portugal foram para cidadãos com mais de 80 anos. Já esta semana é a faixa etária entre os 65 e os 79 anos a que mais doses recebeu: 1,3 milhões.

2,6 milhões já têm pelo menos uma dose
No total foram já inoculadas 3,5 milhões de doses e 2,6 milhões de portugueses já têm pelo menos uma dose da vacina (25%). 915 mil já estão imunizados com a vacina completa. Esta semana o ritmo de vacinação voltou a acelerar, tendo sido administradas 61 mil doses diárias em média.

Os modelos mais conservadores indicam que a imunidade de grupo se atinge quando 7 em cada 10 pessoas estiverem vacinadas. O objetivo europeu é o de chegar ao fim do verão com 70% dos adultos imunizados, isto é, com as duas doses da vacina tomadas.
Portugal já recebeu mais de 4,2 milhões de doses e 25% dos portugueses já foram vacinado – com a vacina completa o valor baixa para 9%.

Mais de 82% da população com 80 ou mais anos já tem a vacina completa – com uma dose da vacina a percentagem sobe aos 94%.

Portugal está atualmente na segunda fase do calendário de vacinação e a esmagadora maioria (79%) das 428 mil doses administradas esta semana foram dirigidas a pessoas entre os 65 e os 79 anos – sendo que atualmente 71% desta faixa etária da população já tomaram a primeira dose e 7,3% têm a vacinação completa.

Norte e a região de Lisboa e Vale do Tejo somam mais doses inoculadas mas o Alentejo é a região do país que lidera em população com a vacinação completa (12,5%), seguindo-se o Centro (11,7%) e só depois Norte, Lisboa e Vale do Tejo e Algarve.

A nível mundial, uma forma de perceber a velocidade a que os diferentes países estão a vacinar é a de observar o número de doses administradas por 100 habitantes.

Israel liderou a corrida desde cedo. O governo, que procura a reeleição em março, terá pago quase o dobro do que pagou a União Europeia por cada dose e partilha, semanalmente, informação clínica dos cidadãos com a farmacêutica Pfizer.

Também os Emirados Árabes Unidos e, na Europa, o Reino Unido, ocupam posições invejáveis no ranking mundial. Nos países da América do Sul, o Chile destaca-se de todos os outros.

Na União Europeia, as vacinas são enviadas em simultâneo para todos os Estados-membros e a distribuição das doses é proporcional ao número de habitantes de cada país. Ainda assim, os estados-membros estão a vacinar a diferentes velocidades.

Portugal tem andado quase sempre a par com a média dos 27 Estados-membros. Malta e Hungria destacam-se pela positiva dos restantes parceiros. Com o menor número de doses por habitante está a Bulgária, Letónia e a Croácia.

Portugal adquiriu mais de 32 milhões de doses de várias vacinas contra a covid-19. A compra faz parte de um acordo entre a União Europeia e seis farmacêuticas. Para já, há quatro vacinas aprovadas pela Agência Europeia do Medicamento e que estão a ser administradas em Portugal: BioNTech/Pfizer, Moderna, AstraZeneca e Janssen.

O desenvolvimento das vacinas da Curevax, Novavax e Spuntik V está a ser acompanhado pela Agência Europeia do Medicamento.