Política

Aumentar intervalo das vacinas (vídeo)

O governo está a ponderar aumentar o intervalo entre a primeira e a segunda doses da vacina contra a Covid-19. O objetivo é conseguir administrar a primeira dose a um maior número de pessoas, aproveitando a imunidade da primeira toma calculada nos 60 a 70%.

Face ao incumprimento dos acordos das farmacêuticas - com a União Europeia - que se faz sentir na escassez de vacinas em Portugal, está a ser ponderado um maior afastamento entre a primeira e a segunda toma de vacinas.

Afastar no tempo as tomas da vacina para a Covid para aumentar a percentagem da população vacinada com, pelo menos, uma toma.

Mas tal como este é um plano com estratégias ainda por definir, fica por saber quando começa a vacinação em massa e por consequência a meta para se atingir a imunidade de grupo.

Se estas expectativas das disponibilidades das vacinas se mantiveram, os 70% podem ser atingidos em agosto

Hoje o SNS24 começou a prescrever testes à Covid-19 a contactos de baixo risco.

Vai haver uma concentração de vacinas suficiente para cerca de 100 mil vacinas

Mais 230 mil vacinas vão ser aplicadas esta semana, no total foram administradas 700 mil doses.