Política

Câmara do Funchal investe um milhão de euros em bolsas de estudo

O prazo de candidatura decorre até 30 de novembro.

O assunto foi discutido esta tarde em reunião de Câmara.

Qualquer estudante do Funchal pode concorrer ao programa, independentemente do estrato social. Segundo Madalena Nunes, que foi a porta-voz das conclusões da reunião, “esta é uma iniciativa sustentada pelo orçamento municipal e que não discriminam ninguém “.

O ano passado, este apoio abrangeu 1300 alunos. Este ano, a Câmara tem recebido mais candidaturas à bolsa de estudo para o Ensino Superior, pelo que o número deve aumentar.

A verba destinada ao apoio ao ensino superior também vai aumentar. A Autarquia pretende investir um milhão de euros neste projeto, um valor superior ao do ano passado (cerca de 800 mil euros). 

O valor das bolsas varia entre os 250 e os 1000 euros anuais, consoante o rendimento das famílias.

A vereação social-democrata, pela voz de Joana Silva, voltou a defender que os alunos do ensino técnico-profissional também deviam ser abrangidos pela medida, assim como os que frequentam licenciaturas com mais de três anos.

Uma proposta que a maioria na Câmara do Funchal aceita estudar.

Outro das decisões tomadas na reunião camarária foi a contratação de nove novos cantoneiros, sendo que cinco são para a área do ambiente e quatro para a área do mercado.