Política

CDS pede anulação da portaria que reduz apoio do Estado ao hospital

(Vídeo)

Mário Pereira © CDS

O Grupo Parlamentar do CDS exige ao Governo da República a reversão da Resolução do Conselho de Ministros do passado dia 27 de setembro, que reduziu de 50% para 30% a comparticipação do Estado para a construção do novo Hospital Central do Funchal.

O anúncio foi feito esta sexta-feira pelo deputado Mário Pereira, durante uma conferência de imprensa junto aos terrenos de Santa Rita, em São Martinho, para onde está projetada a construção da estrutura hospitalar.

O CDS "não concorda com apenas 30%" do financiamento por ser "insuficiente" e por que "30% não foi aquilo que prometeu o primeiro-ministro". O CDS quer que a "palavra dada seja palavra honrada" e apelam ao primeiro-ministro que anule a Portaria publicada na passada quarta-feira. "Vamos exigir que saia outra Portaria, que reponha a comparticipação da República nos 50% nesta obra tão importante para a Madeira", disse Mário Pereira.