Política

Lares estão mais protegidos

O país não registou na última semana mortes provocadas pela covid-19 em lares, pela primeira vez desde que começou a pandemia, anunciou hoje a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho.

Lares estão mais protegidos
“Esta é a primeira semana desde que começou a pandemia que não temos registos, do ponto de vista da nossa monitorização semanal de óbitos covid em lares”, afirmou a ministra, em declarações à agência Lusa à margem de uma visita à Associação Mais Proximidade, que apoia idosos isolados no centro de Lisboa.
 
Ana Mendes Godinho precisou que desde o dia 29 de março que não se registaram mortes associadas à covid-19 nos lares do país.

A governante notou que esta “semana zero” deve-se, essencialmente, à testagem preventiva que é feita aos trabalhadores dos lares, ao processo de vacinação em curso, assim como aos cuidados de quem trabalha nestes espaços e implementa “todas as medidas de prevenção”.
 
A ministra salientou, também, que estão neste momento ativos “18 surtos em todo o país, em lares”, o menor número registado desde o final de março, quando foi montado o sistema de monitorização que permite contabilizar estes dados.

“O objetivo é continuarmos com este cuidado permanente. Aliás vamos continuar com os testes preventivos aos trabalhadores até ao final de junho precisamente como uma medida de precaução”, concluiu.