Política

Lisboa debate cancro, clima, oceanos e cidades sustentáveis

O Egito é o país convidado do Encontro Ciência 2022, que a partir de segunda-feira, e durante três dias, reúne em Lisboa a comunidade científica e decisores políticos em sessões sobre cancro, clima, oceanos e cidades sustentáveis.

Lisboa debate cancro, clima, oceanos e cidades sustentáveis
Este ano, o encontro nacional de ciência e tecnologia tem como lema "Construir o Futuro com a Ciência" e, segundo o Ministério da Ciência, Tecnologia e do Ensino Superior, que apoia o evento, "visa marcar a atualidade e a agenda europeia com os impactos da mudança climática, a proteção da biodiversidade, dos solos e do oceano, a transição para uma economia circular, mas também investir e inovar em áreas estratégicas, como o espaço ou a investigação de doenças como o cancro".

A ministra da Ciência, Tecnologia e do Ensino Superior, Elvira Fortunato, participa na segunda-feira, Dia Nacional dos Cientistas, na abertura do evento e na quarta-feira no encerramento.

De acordo com o programa, o primeiro-ministro, António Costa, encerra a primeira sessão plenária, "Construir o Futuro com Ciência", na segunda-feira, e a ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes, termina a sessão dedicada à reparação dos solos, na terça-feira, dia em que a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, participa na sessão sobre cidades sustentáveis.

O Encontro Ciência, que tem periodicidade anual e um país convidado, é organizado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), a comemorar 25 anos, e tem como parceiros a Ciência Viva - Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica e a comissão parlamentar de Educação e Ciência.

O Egito far-se-á representar no evento pelo ministro do Ensino Superior e Investigação Científica, Khaled Abdel Ghaffar, e por membros da comunidade científica, académica e empresarial.

Portugal e Egito mantêm uma cooperação científica pontual nas áreas da agricultura sustentável, segurança alimentar, espaço, uso racional da água e utilização inteligente da energia, elencou à Lusa a presidente da FCT, Helena Pereira, acrescentando que a cidade do Cairo vai ter uma faculdade da Universidade Nova de Lisboa vocacionada para a economia e gestão.

Um memorando de entendimento será assinado na segunda-feira pelos dois países para reforçar essa cooperação.

Paralelamente às sessões plenárias, que têm como temas os oceanos, solos, clima, cancro, cidades sustentáveis e inclusivas, o Encontro Ciência 2022 tem diversas sessões temáticas onde os investigadores expõem o trabalho realizado em diversos domínios científicos.

O Ciência 2022, que se realiza no Centro de Congressos de Lisboa, é comissariado pelas professoras da Universidade de Évora Teresa Pinto Correia e do Instituto Superior de Agronomia Teresa Ferreira.