Política

Paulo Cafôfo reafirma disponibilidade para se candidatar à liderança do PS/Madeira

O deputado independente do PS/Madeira reafirmou hoje a vontade de se filiar no partido e avançar com a candidatura à liderança da estrutura regional dos socialistas.

"Após as eleições de 22 de setembro, tomei a decisão de me filiar no Partido Socialista, mas esse momento ainda não aconteceu", disse Paulo Cafôfo, vincando também a sua "disponibilidade para poder liderar" o PS/Madeira.

Paulo Cafôfo participou hoje na reunião da Comissão Regional do PS/Madeira, órgão responsável pela marcação de congressos, sendo que o próximo, agendado para janeiro de 2020, deverá ser adiado, de modo a que o novo militante cumpra seis meses de filiação e possa assim avançar com a candidatura à liderança.

"Não quero antecipar nada sobre essa matéria, porque não há nenhuma proposta concreta neste momento", explicou, por outro lado, o presidente da Comissão Regional do PS/Madeira, Bernardo Trindade.

Para Bernardo Trindade, o mais importante, agora, é sublinhar o bom desempenho do partido nas eleições regionais, onde obteve o melhor resultado de sempre ao eleger 19 deputados para a Assembleia Legislativa, bem como nas eleições nacionais, nas quais os socialistas elegeram três deputados pelo círculo desta região autónoma.

"Este reforço de confiança é sinal de enorme responsabilidade, significa que os madeirenses e porto-santenses esperam mais do PS para dar expressão a uma vontade de mudança", salientou.

O PSD venceu as eleições regionais de 22 de setembro, mas perdeu a maioria absoluta com que sempre governou o arquipélago, ao eleger 21 deputados num total de 47, tendo formado governo em coligação com o CDS-PP, partido que elegeu três deputados.

O PS é agora o principal partido da oposição regional.

C/Lusa