Política

Prémio Emanuel Rodrigues entregue amanhã a Alberto João Jardim

O Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, José Manuel Rodrigues, preside, esta sexta-feira à tarde, à Cerimónia de Entrega do Prémio Emanuel Rodrigues a Alberto João Jardim, vencedor da primeira edição do galardão.

Prémio Emanuel Rodrigues entregue amanhã a Alberto João Jardim

© ALM

Em julho deste ano, o Júri do Prémio Emanuel Rodrigues, galardão instituído pela Assembleia Legislativa da Madeira, selecionou Alberto João Cardoso Gonçalves Jardim como vencedor da primeira edição deste prémio.

A escolha de Alberto João Jardim deve-se “à sua figura, absolutamente incontornável na história da Região Autónoma da Madeira, na construção da Autonomia e o seu respetivo reflexo na nossa identidade regional”. 

Ao vencedor do “Prémio Emanuel Rodrigues”, de acordo com o regulamento, é atribuído um prémio monetário no valor de 5.000 euros, sendo que Alberto João Jardim decidiu entregar a totalidade desse valor a uma instituição que o júri considerasse pertinente. 

Por decisão do júri, presidido por Rubina Leal e composto ainda por Madalena Nunes e José Júlio Fernandes, o prémio é doado ao grupo "Dançando com a Diferença", que vai estar representado nesta cerimónia. Face ao trabalho desenvolvido pelo grupo "Dançando com a Diferença", que através da dança, tem demonstrado que a arte é uma forma de inclusão, o júri entendeu ser da mais elementar justiça doar o valor do Prémio ao grupo liderado pelo professor Henrique Amoedo.

Com inúmeras atuações no estrangeiro, este grupo tem levado o nome da Região Autónoma da Madeira a algumas das salas mais emblemáticas do continente europeu e emocionado o público, por onde tem passado.

O Prémio Emanuel Rodrigues foi criado para distinguir cidadãos ou conjuntos de cidadãos que, a título individual ou coletivo, tenham efetuado trabalhos no âmbito académico, literário, histórico, científico, artístico e jornalístico ou outros, que valorizem e relevem a importância da Autonomia e da identidade regional.

O Prémio de 5.000 euros e é atribuído, anualmente, no Dia da Assembleia Legislativa da Madeira, a 19 de julho. Por não se encontrar na Região neste dia, o vencedor da primeira edição, recebe o prémio a 21 de outubro, em cerimónia a realizar pelas 15 horas, no Parlamento madeirense