Sociedade

Aviões às voltas por causa do vento no aeroporto da Madeira

As rajadas de vento que se fazem sentir em Santa Cruz estão a prejudicar as operações de aterragem.

Aviões às voltas por causa do vento no aeroporto da Madeira
A TAP, a Thomas Cook, a Binter e a Tui são algumas das companhias que viram os seus aviões terem de esperar por uma oportunidade para aterrar no aeroporto da Madeira.
Já foram registadas rajadas de vento acima dos 70 km/h. As previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera indicam que o vento por vezes forte (até 40 km/h) podem acontecer nas terras altas e nos extremos leste e oeste da ilha da Madeira.