Sociedade

Bota no copo que a caneca está furada (vídeo)

A Associação Caneca Furada, que foi fundada em 1979 pela empresária Ângela Figueira.

Como forma de assinalar o Carnaval da Madeira 2021 e porque é um cartaz importante para a ilha, o Turismo da Madeira lança uma série de vídeos que titulou Sempre Carnaval – Madeira.

São onze vídeos promocionais, com duração aproximada de 3 minutos, e ainda onze fotografias de figurantes das trupes, com o intuito de promover as Festas de Carnaval 2021.

Atendendo ao cancelamento das iniciativas de rua habituais da Festa de Carnaval, encontrou-se assim uma forma diferente de mostrar o outro lado das tradições e costumes associados ao Carnaval na Madeira.

Pretendeu-se através destes suportes multimédia, destacar os depoimentos das pessoas que estão por detrás das trupes, na organização dos grupos, através de testemunhos das experiências vividas, como forma de mostrar o que os motiva para manter as tradições desta festa carnavalesca do Destino Madeira.

Vamos conhecer a Associação Caneca Furada, que foi fundada em 1979 pela empresária Ângela Figueira.

Estreou-se no Carnaval da Madeira em 1980, com a música Bota no copo que a caneca está furada, com Ricardo Sousa como o seu primeiro coreógrafo.

Em 1983, teve a valiosa colaboração de Flávia Fernandes e Alice Rodrigues, e, entre 1984 e 1988, é convidada a atuar em Las Palmas de Gran Canária.

Realiza atuações em diversos concelhos da região, em hotéis e na televisão local.

Marisa Ferraz é a atual estilista da trupe.