Sociedade

Docente da UMa distinguido com prémio internacional

Pedro Campos, Professor Associado com Agregação no Departamento de Engenharia Informática da Faculdade de Ciências Exatas e Engenharias da Universidade da Madeira (FCEE-UMa), foi distinguido com o prémio IFIP Silver Core, em reconhecimento pelo trabalho desenvolvido no domínio das Tecnologias e Ciências da Informação e Comunicação.

Docente da UMa distinguido com prémio internacional
Este prémio internacional é atribuído, a cada dois anos, pela Assembleia Geral do IFIPInternational Federation for Information Processing, a organização multinacional líder não-política e não governamental em Tecnologias e Ciências da Informação e Comunicação, como reconhecimento às contribuições significativas do destinatário que são importantes do ponto de vista da missão e objetivos da IFIP. Da lista de premiados, desde 1981, constam apenas quatro nomes portugueses, sendo a primeira vez que este prémio é atribuído a um docente da UMa.

Pedro Campos é investigador sénior no ITI e presidente adjunto para os assuntos científicos do ITI/Larsys (ISR/IST), unidade de investigação FCT classificada como Excelente.

Orientou 5 teses de doutoramento em Engenharia Informática e 2 pós-doutoramentos. Encontra-se atualmente a orientar 6 teses de doutoramento e 1 pós-doutoramento. Orientou ou coorientou mais 40 teses de mestrado na UMa e no Instituto Superior Técnico. Orientou ainda 7 estágios científicos de licenciatura e 3 bolsas de gestão de ciência e tecnologia. É coautor de “Introdução ao Design de Interfaces” (FCA), obra pedagógica de referência portuguesa para as disciplinas relacionadas com a área disciplinar de Interação Humano-Computador.

O distinguido é também autor ou coautor mais de 100 publicações sujeitas a recensão por pares (102 registos no SCOPUS), 7 das quais em livros, 15 em revistas e as restantes em conferências internacionais. É editor ou coeditor de 13 livros, como Human-Computer Interaction – INTERACT 2011 – 13th IFIP TC 13 International Conference. 

Participou na comissão de programa de 58 conferências internacionais, e na comissão de organização de 37 conferências internacionais, em diversos papéis como presidente da comissão de programa, organizador local, posters chair, demos chair e outros. É atualmente delegado nacional ao TC13 (Human-Computer Interaction) da
IFIP, onde foi também presidente do grupo de trabalho 13.6 HWID (Human Work Interaction Design), eleito para o período 2014-2017 (atualmente é ainda vice-presidente). Fundou a série de conferências HWID (Human Work Interaction Design) que se realiza a cada 3 anos, desde 2006, publicada pela Springer-Verlag.

O IFIP foi estabelecido em 1960 sob os auspícios da UNESCO como resultado do primeiro Congresso Mundial de Computação realizado em Paris em 1959. O IFIP é reconhecido pelas Nações Unidas e outros organismos mundiais e tem uma relação de parceria consultiva formal com a UNESCO, representando Sociedades de Tecnologias da Informação de mais de 38 países ou regiões, cobrindo todos os 5 continentes com um total de membros de mais de meio milhão.

Integra mais de 3500 cientistas da Academia e Indústria, organizados em mais de 101 Grupos de Trabalho reportando a 13 Comités Técnicos, patrocina 100 conferências anuais, oferecendo uma cobertura incomparável de informática teórica ao relacionamento entre a informática e a sociedade, incluindo tecnologias de hardware e software e sistemas de informação em rede.