Sociedade

Duas pessoas da mesma família assassinadas em Santana e uma em estado grave

O crime que terá acontecido entre o final da noite de sábado e o início da madrugada deste domingo. A informação foi avançada pelo JM, que no início da madrugada falava de um triplo homicídio. Já do Diário de Notícias da Madeira confirma em última hora a morte de duas pessoas e o ferimento grave de um homem e que o suspeito de 53 anos já foi detido.

Duas pessoas da mesma família assassinadas em Santana e uma em estado grave

© DR

Diário de Notícias do Funchal revela em última hora que a PSP “deteve ao início da madrugada um homem de 53 anos suspeito do duplo homicídio que vitimou a mãe e a irmã no sítio do Colmo, em Santana.” O DN adianta que o crime terá sido cometido com uma caçadeira e que “o pai também foi atingido e ficou gravemente ferido com a cara parcialmente desfeita encontrando-se neste momento internado na Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital Dr. Nélio Mendonça sob um prognóstico muito reservado.”

A noite foi de “alvoroço em Santana”, conforme relata a edição online do JM, que desde as duas da manhã está a acompanhar o crime. Na informação atualizada às 8 a manhã, o matutino ainda destacava que “a polícia ainda procurava o suspeito. O JM diz o suspeito “é conhecido na freguesia de Santana por ter comportamentos estranhos, sendo mesmo descrito como ‘meio perturbado’. É-lhe atribuída a autoria de um 'site' de acompanhantes, tendo tido mulheres que eram aparentemente contratadas através do mesmo.” 
Já o Diário de Notícias escreve que “o móbil do crime não está totalmente esclarecido. Contudo, segundo o DIÁRIO apurou, o suspeito, ex-emigrante, terá agido por motivações relacionadas com partilhas de bens.”

O alegado homicida está sob a custódia da Polícia Judiciária.