Sociedade

Esperança de vida à nascença na Região mantem tendência crescente

Comparativamente ao triénio 1999-2001, a longevidade na Região cresceu 5,39 anos, sendo que nos homens esse aumento foi de 6,33 anos e nas mulheres de 4,36 anos.

Esperança de vida à nascença na Região mantem tendência crescente
No triénio 2019-2021, a esperança de vida à nascença para a população residente na Região Autónoma da Madeira (RAM) foi estimada em 78,55 anos, sendo de 74,80 anos para os homens e de 81,74 anos para as mulheres. A esperança de vida à nascença continua a ser superior para as mulheres, contudo a diferença para os homens tem vindo a diminuir, passando de 8,64 anos em 1999-2001 para 6,67 anos em 2019-2021. Não obstante, na Região, a diferença de longevidade entre mulheres e homens permanece superior à diferença verificada nas restantes regiões NUTS II (5,70 anos no País). As maiores diferenças observaram-se nas Regiões Autónomas dos Açores (7,10 anos) e da Madeira (6,67 anos) e as menores na Área Metropolitana de Lisboa (5,63 anos) e no Norte (5,66 anos).

Para o todo nacional, a esperança de vida à nascença foi estimada em 80,72 anos (mais 2,17 anos se comparada com a estimada para a Região). Os resultados indicam ainda que, no país, as mulheres podiam esperar viver à nascença 83,37 anos e os homens 77,67 anos. No Norte verifica-se a maior longevidade (81,13 anos), contrastando com a Região Autónoma dos Açores cuja esperança de vida à nascença é a mais baixa do país (78,18 anos). Entre 2018-2020 e 2019-2021, a esperança de vida à nascença baixou em quase todas as regiões NUTS II, com exceção das regiões autónomas que mantiveram a tendência de aumento da longevidade.

A esperança de vida aos 65 anos atingiu 17,76 anos para o total da população residente na Região (17,72 em 2018-2020). Os homens com 65 anos podem esperar viver em média mais 15,06 anos e as mulheres mais 19,55 anos. Relativamente ao triénio anterior, estes valores indicam um ligeiro decréscimo da esperança de vida aos 65 anos para os homens (15,08 em 2018-2020) e um aumento para as mulheres (19,46 anos em 2018-2020). A esperança de vida aos 65 anos em Portugal atingiu 19,35 anos para o total da população (mais 1,59 anos que na RAM): 17,38 anos para os homens e 20,80 anos para as mulheres. É na Área Metropolitana de Lisboa que se verifica a maior longevidade aos 65 anos (19,60 anos) e na Região Autónoma dos Açores a menor (17,58 anos). Entre os últimos dois triénios, apenas a RAM manteve a tendência de aumento da esperança de vida aos 65 anos, sendo que nas restantes regiões assistiu-se a um decréscimo deste indicador. Apesar de a esperança de vida à nascença e aos 65 anos permanecer inferior à estimada para a totalidade do país, as Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores surgem como as regiões NUTS II nas quais estes indicadores mais aumentaram na última década.