Sociedade

Governo reconduziu no cargo diretor nacional da PSP

O Governo reconduziu no cargo o diretor nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP), superintendente-chefe Manuel Magina da Silva, anunciou hoje o Ministério da Administração Interna (MAI).

Governo reconduziu no cargo diretor nacional da PSP
“O Governo, por despacho conjunto do primeiro-ministro e do ministro da Administração Interna, renovou a comissão de serviço do superintendente-chefe Manuel Augusto Magina da Silva no cargo de diretor nacional da Polícia de Segurança Pública”, indica uma nota do MAI.

Magina da Silva está no cargo desde 29 de janeiro de 2020 e a comissão de serviço terminava no final da semana.

Fonte governamental disse à Lusa que a decisão de manter Magina da Silva no cargo está relacionada com “a imperiosa necessidade de estabilidade na estrutura diretiva da PSP” e com a Jornada Mundial de Juventude, que vai decorrer em Lisboa entre 01 e 06 de agosto, com a presença do papa Francisco, sendo esperadas cerca de 1,5 milhões de pessoas.

“Decorre a preparação da Jornada Mundial da Juventude, evento de cariz internacional que representa o maior desafio de segurança enfrentado por Portugal e que é uma dimensão na qual a PSP irá assumir um papel de enorme relevo”, referiu ainda a mesma fonte.

Magina da Silva, licenciado em Ciências Policiais pelo Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna (ISCPSI), desempenhou funções de diretor nacional adjunto para a Unidade Orgânica de Operações e Segurança da PSP e de comandante da Unidade Especial de Polícia, onde participou no planeamento e no comando de diversas operações policiais complexas e de elevado risco, nomeadamente as relacionadas com a realização da Cimeira Ibero-Americana (novembro de 2009), a visita do Papa Bento XVI (maio de 2010) e a realização da cimeira da NATO (novembro de 2010).
Lusa