Sociedade

Instituto de Florestas pede voluntários para vigiar lobo-marinho

Até agora cerca de 14 voluntários vão compor turnos de vigilância ao lobo-marinho que continua no areal do Porto Santo (Áudio)

Áudio: Rosa Pires, bióloga, em declarações à Antena 1 Madeira. © Sérgio Castro

O Instituto das Florestas e Conservação da Natureza (IFCN) está a monitorizar a jovem fêmea de lobo-marinho no areal do Porto Santo, procurando envolver a população neste processo, “estamos a solicitar a colaboração de todos os que queiram contribuir para a salvaguarda deste animal até que deixe o Porto Santo”.

Neste sentido, hoje, pelas 10h00, na Câmara Municipal do Porto Santo, foi feita uma ação de formação para quem quisesse integrar a equipa de monitorização deste lobo-marinho na praia do Porto Santo. O grupo de voluntários será gerido pela equipa do IFCN.