Sociedade

Marcelo afasta necessidade de ajuda internacional

O Presidente da República afirmou hoje que não há neste instante razão que determine um recurso à ajuda internacional para o acolhimento de doentes covid-19, embora exista essa disponibilidade por parte da União Europeia.

Marcelo afasta necessidade de ajuda internacional

© DR

Esta posição foi transmitida pelo chefe de Estado no final de uma visita ao Hospital Militar de Lisboa, na qual esteve acompanhado pelo primeiro-ministro, António Costa, depois de questionado pelos jornalistas se Portugal vai pedir ajuda internacional para o acolhimento de doentes covid-19.

"Dos dados que conheço, não há, neste instante, razão que determine uma ideia de alarme social quanto à necessidade de recurso a ajuda internacional, como disse, instante, independentemente de sabermos que há essa colaboração, como aconteceu no passado, dentro da União Europeia, com países e economias as mais diversas e mais ricas", respondeu.

O Presidente da República salientou que "há a disponibilidade de países amigos para ajudarem, tal como foram ajudados no passado".

"Mas isso, naturalmente, é matéria que o Governo esclarecerá, se for necessário esclarecer, no momento em que for necessário esclarecer", frisou.

C/Lusa