Sociedade

Média de infeções baixa para os 10.080 casos diários

A média de infeções voltou a diminuir para os 10.080 casos diários em Portugal, mas o índice de transmissibilidade (Rt) do vírus que provoca a covid-19 subiu ligeiramente de 0,86 para 0,92, anunciou hoje o INSA.

Média de infeções baixa para os 10.080 casos diários

© DR

De acordo com o relatório semanal do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) sobre a evolução da pandemia, o número médio de casos diários de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 a cinco dias desceu dos 11.166 para os 10.080 a nível nacional, sendo ligeiramente mais baixo no continente (9.429).

O documento avança ainda que o Rt estava nos 0,92 na sexta-feira, quando este indicador que estima o número de casos secundários de infeção resultantes de cada pessoa portadora do vírus era de 0,86 a 24 de junho.

O valor médio do Rt para o período entre 27 de junho e 01 de julho foi de 0,88, refere ainda o INSA, que avança que todas as regiões do país estão abaixo do limiar de 1,00 neste indicador.

O Norte apresenta um Rt de 0,88, o Centro de 0,90, Lisboa e Vale do Tejo de 0,86, o Alentejo de 0,87, o Algarve de 0,96, os Açores de 0,94 e a Madeira de 0,87.

“Todas as regiões, com exceção da região Norte, apresentam a taxa de incidência superior a 960 casos por 100 mil habitantes em 14 dias”, sendo a mais elevada nos Açores (2.107,3), seguindo-se o Algarve (2.078,9) e a Madeira (2.022,7), adianta o relatório.

Segundo anunciou hoje a Organização Mundial da Saúde (OMS), a nível global, o número de casos de infeção aumentou pela quarta semana consecutiva, depois de uma tendência decrescente desde o último pico de contágios em março.

Na semana de 27 de junho a 03 de julho, foram reportados mais de 4,6 milhões de novos casos, mas o número de novas mortes semanais diminuiu 12%, com cerca de 8.100 óbitos registados.

Por países, o maior número de novos casos semanais foi reportado em França (603.074 novos casos), seguindo-se a Alemanha (555.331), a Itália (511.037), os Estados Unidos da América (496.049) e o Brasil (334.852), avançou a OMS.

Desde o início da pandemia e até 03 de julho, foram confirmados mais de 546 milhões de casos de infeção pelo SARS-CoV-2 e reportadas cerca de 6,3 milhões de mortes a nível global.