Sociedade

Médicos dentistas do SESARAM vão ter carreira regulamentada

O secretário regional da Saúde da Madeira, Pedro Ramos, anunciou a criação da carreira pública de medicina dentária no arquipélago, após uma audiência com o bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), Orlando Monteiro da Silva.

Na reunião foi definida a criação de um grupo de trabalho, composto por elementos do Serviço Regional de Saúde da Madeira (Sesaram) e da Ordem, para a elaboração de um decreto legislativo a apresentar na assembleia regional.

Pedro Ramos anunciou que as conversações do grupo de trabalho, com três elementos do Serviço Regional de Saúde e três elementos da Ordem dos Médicos Dentistas, "começarão já na próxima semana para que o resultado das mesmas venha a suportar o decreto legislativo regional que caracterizará a carreira dos médicos dentistas".

A carreira especial entrará em vigor após aprovação neste no parlamento regional.

Na audiência participou também o representante do conselho diretivo da OMD na Região Autónoma da Madeira, Gil Fernandes Alves.

A OMD reivindica há muito a criação de uma carreira especial para os médicos dentistas que trabalham na função pública no continente, nos Açores e na Madeira.

Para o bastonário Orlando Monteiro da Silva, "esta iniciativa tem duas virtudes, a de enquadrar devidamente os médicos dentistas a exercer na Região Autónoma da Madeira, por um lado, e a de servir de exemplo para o continente”.

Na audiência, o bastonário da OMD apresentou a Pedro Ramos as bases da carreira já aprovada pelo Ministério da Saúde para o continente, que aguarda há quase dois anos homologação por parte do Ministério das Finanças.

C/Lusa