Sociedade

OCDE diz que é prioritário distribuir vacinas «o mais rápido possível»

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) defendeu hoje como prioritário produzir e distribuir vacinas contra a covid-19 “o mais rápido possível”, na sequência do surgimento da variante Ómicron, que poderá travar o crescimento económico.

OCDE diz que é prioritário distribuir vacinas «o mais rápido possível»
“A prioridade continua a ser garantir que as vacinas sejam produzidas e distribuídas o mais rápido possível em todo o mundo, incluindo as doses de reforço”, defendeu a OCDE nas suas projeções económicas hoje divulgadas, ressalvando que a recuperação vai ser precária enquanto esse objetivo não for alcançado.

As previsões da OCDE de crescimento global, que ainda não têm em conta a nova variante, foram revistas ligeiramente em baixa para 5,6%, face às estimativas de setembro.

O presidente da reserva-federal norte-americana (Fed), Jerome Powell, avisou que o aumento dos casos de infeção de covid-19 e o crescimento da nova variante Ómicron podem desacelerar a melhoria verificada nos níveis de emprego e o crescimento económico, levando ainda a uma maior incerteza no que se refere à inflação.

A subida da inflação nos EUA pode ser mais persistente do que o previsto, face à chegada da nova variante Ómicron, estando a Fed a avaliar a retirada do programa de compra de títulos, conforme notou Jerome Powell.

C/Lusa