Sociedade

Polícia identifica suspeito de fogo em mato no Machico

A Polícia Florestal da Madeira anunciou hoje ter identificado um suspeito de causar, por negligência, o incêndio em mato que deflagrou esta tarde na freguesia do Porto da Cruz, na zona norte da ilha, no concelho de Machico.

Polícia identifica suspeito de fogo em mato no Machico

© DR

"A Polícia Florestal identificou hoje o suspeito de ser o autor do incêndio florestal que lavra na Ribeira Tem-Te-Não-Caias, na freguesia do Porto da Cruz", diz a informação divulgada pela secretaria regional do Ambiente e Recursos Naturais da Madeira.

De acordo com a mesma informação, "a Polícia Judiciária deslocou-se para o local para tomar conta da ocorrência".

Fonte dos bombeiros municipais de Machico disse à agência Lusa que o fogo é numa zona "fora de estrada e de difícil acesso", não constitui ameaça para residências, estando dado como "circunscrito, mas não extinto".

A mesma fonte acrescentou que no local estão seis bombeiros, apoiados por duas viaturas.

Por seu turno, o presidente do Instituto das Florestas e Conservação da Natureza da Madeira (IPCN), Manuel Filipe, afirmou à Lusa que o suspeito é "um homem com cerca de 60 anos, que reside numa habitação em condições precárias na zona".

O responsável complementou que o fogo "surgiu por negligência, junto da habitação".

Os bombeiros de Machico estão a ser ajudados no combate ao incêndio por cinco elementos da Polícia Florestal e sete funcionários do IPCN que "estão a fazer trabalho de sapadores", concluiu.