Sociedade

Trabalho da Unidade da Dor reconhecido no país

Alertar para a importância de tratar a dor na criança é o objetivo da exposição que está à entrada do Hospital Central do Funchal. O Centro Multidisciplinar de Medicina da Dor está a assinalar 27 anos de existência (Vídeo)

Desenho de Afonso Abreu

Duas crianças acompanhadas pelo Serviço de Pediatria do SESARAM foram premiadas no concurso nacional “Vou desenhar a minha dor”, uma iniciativa promovida, desde 2005, pela Associação Portuguesa para o Estudo da Dor (APED), através da qual desafia as crianças hospitalizadas ou em tratamentos regulares a desenhar a sua dor.

O concurso decorreu no âmbito do Dia Nacional de Luta Contra a Dor, este ano assinalado no dia 20 de outubro, com o objetivo de alertar o público em geral, e os profissionais de saúde em particular, para o problema da dor na criança.

Dividido em três escalões etários (menos de 6 anos; dos 6-8 anos e dos 9- 12 anos), o concurso reuniu 23 desenhos da categoria 6-8 anos e 38 desenhos da categoria 9-12 anos (não houve concorrentes na categoria com idade inferior a 6 anos).

Duas crianças do Hospital Dr. Nélio Mendonça, Afonso Freitas Abreu (participante no escalão: 6-8 anos) e Inês Oliveira (participante no escalão: 9-12 anos), mereceram o 3º prémio.