Sociedade

Universidade da Madeira arrecadou 750 mil euros em projetos com empresas estrangeiras

O polo do Instituto de Plasmas e Fusão Nuclear na Universidade da Madeira (UMa) arrecadou 750 mil euros em projetos com empresas estrangeiras nos últimos cinco anos, indicou hoje o presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque.

Universidade da Madeira arrecadou 750 mil euros em projetos com empresas estrangeiras

© DR

"Temos aqui um polo de excelência na nossa universidade, que presta serviços muito bem renumerados a nível internacional", disse, durante uma visita às instalações, onde procedeu também à inauguração do ‘ Supercomputador Zarco', que permite efetuar modelização numérica avançada e simulações 3D.

O chefe do executivo vincou que o polo do Instituto de Plasmas e Fusão Nuclear é um do "mais importantes" ao nível internacional, reforçando: "Já recebeu cerca de 750 mil euros, pagos pela indústria para fazer investigação na física e na dinâmica dos plasmas."

Por outro lado, Pedro Almeida, um dos responsáveis pelo ‘Projeto PlasMa', no âmbito do qual foi adquirido o supercomputador, explicou que o novo equipamento vai "potenciar" as colaborações com a indústria de alta tecnologia, aumentar a produtividade e captar mais verbas para a universidade.

"Há parcerias em curso [com empresas estrangeiras]", disse, realçando: "O que nós fazemos é exportar conhecimento e resultados científicos para essas empresas, para desenvolvimento interno de produtos".

O Instituto de Plasmas e Fusão Nuclear é uma unidade associada de investigação do Instituto Superior Técnico, com especialização em física dos plasmas, engenharia e tecnologias, fusão nuclear controlada, lasers e fotónica e computação avançada.

O ‘Projeto PlasMa' com incidência na área da energia, mobilidade e alterações climáticas, está a ser desenvolvido pelo polo da Universidade da Madeira, com financiamento do FEDER - Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, no montante 1,4 milhões de euros.

C/Lusa