Sociedade

Vacina russa contra a Covid-19 foi testada em apenas 38 pessoas e tem efeitos secundários

Segundo a imprensa russa, a vacina, anunciada esta semana pelo Kremlin, causa efeitos secundários como dores, febre e inchaço.

Vacina russa contra a Covid-19 foi testada em apenas 38 pessoas e tem efeitos secundários

© DR

A informação é da agência de notícias russa Fontanka que revela ainda que vacina causa efeitos secundários que incluem dores, febre e inchaço.

De acordo com a mesma agência, a vacina foi registada depois de apenas 42 dias de investigação e a eficácia ainda é desconhecida.

Recorde-se que o Presidente russo, Vladimir Putin, afirmou que uma das filhas tomou a vacina.

C/SIC